EDUCAÇÃO PARA A PAZ

SÓ HÁ UM POUCO DE PAZ

Não há nem nunca houve educação para a paz porque ela se encontra distribuída pelas diferentes ideologias, partidos e grupos de interesses!
Cada um considera-se em posse da verdade e em vez de a ver repartida também pelos outros julga-se no direito de impor a sua!
António da Cunha Duarte Justo
Pegadas do Temo

Social:

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

10 comentários em “EDUCAÇÃO PARA A PAZ”

  1. É verdade. Deparam-se-nos imensas interrogações.
    Porquê a Diplomacia não tem força? Falta Democracia. Falta diálogo. Os interesses económicos falam mais alto…
    Mafalda Freitas Pereira

  2. O ser humano, as instituições e os diferentes agrupamentos na necessidade de se definirem (processo do tornar-se eu) fazem-no à custa do todo sem deixarem espaço para este. A lei natural da selecção, o egoismo, a falta de reflexão e a vontade do poder pelo poder tudo justificam. Quanto aos regimes de sociedade ou de governo fazem parte da regra. Ná há transcendência nem vontade de tal!

  3. Mesmo depois da explicação dada, na fórmula trinitária tudo é relação pessoal? É que a utopia, ainda que necessária à vida humana, é sempre uma utopia.
    Acho que entrei numa conversa redonda… é melhor sair daqui

  4. De acordo! O redondo seria o símbolo do “perfeito” e este é inimigo do bom porque é impossível. De facto, na fórmula trinitária consegue-se que o um seja igual a três e três igual a um! Para mim, utopias são desejos criadores de horizonte que nos motivam a andar, uma espécie de sol que nos chama a elevar-nos. Se Deus não sonhasse creio que o mundo não existia! Muito agradecido por me ocasionar pensar.

  5. Muito interessante e explicativo o seu Emoji de tudo o que temos dito porque nele se encontra a simbologia do três e do círculo (perfeição). Com a expressao “fórmula trinitária” como resumo de toda a “Realidade”queria referir-me à simbologia do mistério da santíssima trindade onde é superada a ideia do tempo e do dualismo e em que tudo se expressa em relação. No que respeita ao triângulo, no cristianismo, por exemplo, os três lados representam a Santíssima Trindade (também união do corpo, da mente e da alma). Isto significa que Deus consiste igualmente de Pai, Filho e Espírito Santo. Juntas, estas três pessoas formam uma unidade inseparável: Deus, que na minha interpretação engloba toda a “Realidade” material e espiritual não reduzível a uma forma.

    No quadrado a simbologia refere-se já não ao conteúdo mas à forma (ao terreno, ao formato material estático) . O quadrado dentro do círculo aponta para a união de matéria e espírito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *