CONFLITO DE INTERESSES ENTRE A NATO E A RÚSSIA NA UCRÂNIA PODE PROVOCAR GUERRA

Sanções económicas são injustas e oprimem os mais frágeis

No actual grave conflito entre a Rússia e a NATO, estão em jogo interesses geoestratégicos e económicos com as consequentes injustiças acompanhantes de lado a lado.

A Rússia não quer que a Ucrânia faça parte da NATO e a NATO quer que a Ucrânia faça parte do seu bloco.

Os interesses do poder geopolítico são determinantes e é por isso que a NATO está a expandir-se nos países que costumavam pertencer à zona de influência soviética. A Rússia interferiu na Ucrânia (Crimeia) para assegurar o seu poder estratégico e a Nato quer ver o Mar Negro como parte do Atlântico Norte (2).

Cada país tem o direito de escolher o seu próprio caminho, diz a NATO. Mas porque deveria a NATO também intrometer-se e aceitar qualquer país? Por outro lado, a Nato não estará interessada em dar garantias de não se expandir para leste.

Fala-se muito de direitos, mas estes estão condicionados ao Poder político e este depende do poder económico e do número de consumidores. Por isso, uma forma hoje em voga, mas injusta é a aplicação de sanções. Os países, política e economicamente mais fortes, determinam assim o agir de outros povos, se não através do fomento de guerrilhas internas, através de sanções! A ameaça de até serem cortadas as transacções monetárias à Rússia pode mesmo levar Putin a uma intervenção militar na Ucrânia. Com sanções económicas maciças fazem-se reféns 140 milhões de russos.

O retorno à lógica imperial/estalinista e dos USA (doutrina Monroe e o “quintal americano” de T. Roosevelt) torna-se cada vez mais evidente.

A construção de um mundo global multilateral parece passar pela formação de grandes blocos rivais USA (NATO)-Rússia-China-Índia que determinarão os próximos conflitos.

No sentido de uma política geoestratégica europeia pareceria pertencer a uma ordem natural das coisas a desvinculação da EU da NATO com uma EU mais inclinada para a Rússia, de modo a que a Europa formasse uma unidade, pelo menos, até aos Urais (A geografia e os pilares da civilização poderiam indicar neste sentido!) ou mesmo no sentido de uma União Eurasiática! Os EUA possuem cerca de 800 bases militares que os protegem fora do país e que, em caso de conflito, os estragos serão provocados fora dos EUA…

A Nato, com a queda da União Soviética, comportou-se arrogantemente como vencedora, não actua no sentido de uma paz duradoura (fez o mesmo erro que os vencedores da primeira grande guerra fizeram com os alemães humilhando-os: uma das consequências foi a segunda grande guerra)!

Os jogos musculares nas fronteiras de interesses antagónicos só podem criar vítimas como é o caso da Ucrânia. A rectórica dos Media (seguindo uma estratégia de informação confrontativa) parece querer levar o povo a prontificar-se a investir mais verbas no armamento da Nato.

Os Estados “tampão”, (Polónia e Ucrânia) como territórios de demarcação de duas potências têm razão para se preocuparem.

Na discussão actual o que está em causa é a neutralidade da Ucrânia. A União Europeia poderia iniciar uma política própria em relação à Rússia e automaticamente a Ucrânia estaria em melhores lençóis sem se ver dividida entre a União Europeia e a Rússia! Por razões geográficas e culturais, a longo prazo a Europa e a Rússia terão de se irmanarem! A NATO ao expandir até às fronteiras das Rússia provoca nesta um sentimento de ameaça.

A Rússia, a China e os USA serão as constantes do futuro e como tal, à Europa interessa iniciar uma cultura da paz! Doutro modo esperam-nos os drones e a guerra das estrelas.

António CD Justo

Pegadas do Tempo,

(1) Onde estão os protestos contra as manobras da NATO nas fronteiras com a Rússia e contra a cada vez mais apertada cintura de mísseis dos EUA? Estão em jogo puros interesses económicos (mercados). Há muito para esclarecer: o golpe de Estado de 5 mil milhões de dólares de 2014 na Ucrânia… o sistema da função pública patrocinado pelos EUA… a perfuração de petróleo em frente à Crimeia (República autónoma da  Ucrânia pró-russa legitimada por plebiscito). Os mísseis dos EUA nas antigas bases de mísseis SS20.

(2) “A Crimeia detém um valor geopolítico fundamental, se por um lado é muito importante ao nível securitário, por outro lado tem um grande potencial energético, devido à sua localização estratégica no Mar Negro, onde foram descobertas novas reservas energéticas e por onde passam rotas muito importantes de trânsito energético provenientes da Ásia Central e do Mar Cáspio”: https://www.repository.utl.pt/bitstream/10400.5/16156/1/TESE%20DE%20MESTRADO%20FINALIZADA-%20IMPRESS%C3%83O%20FINAL.pdf

AUMENTO ENGANOSO DA REFORMA 2022 EM PORTUGAL

Mais de 70% das Reformas em Portugal são abaixo do Salário Mínimo

Em Portugal o aumento das reformas para 2022 foi escalonado em 0,99% para pensões inferiores a 877,62 euros, 0,49% para pensões entre 877,63€ e 2.632,86€, e 0,24% para pensões superiores a 2.632,86 € (1)! 

Desta forma transmite-se a impressão de justiça. Além da política de informação não ser transparente, cada vez nos distanciamos mais do desenvolvimento doutros estados europeus (2). A troika mascarada e a má gerência estão a ser pagas pela classe média e pelos reformados! A situação é tão precária que leva à desilusão, só de pensar nela, e ao desespero de pessoas afectadas!

Mais de 70% das reformas em Portugal são abaixo do salário mínimo e o falar mavioso da política engana o povo com pretensos aumentos que de facto não o são devido à inflacção real, ao maior aumento dos combustíveis,  custos de vida e de impostos! O engano é encoberto devido aos aleluias do regime em que tem sido formatado e acompanhado com a fanfarra de Media a modus de sereia!

O engano é encoberto devido aos aleluias do regime em que tem sido formatado e acompanhado com a fanfarra de Media a modus de sereia!

Em Portugal o salário mínimo é de 4,01€ por hora (isto é, mensal em 2021: 665 euros e em 2022 é de 705 euros (4)!

O valor mínimo da reforma em Portugal divide-se por escalões de tempos de contribuição que determinam a correspondente reforma:

Escalões da Carreira contributiva Valor mínimo
Menos de 15 anos   275,30 €
15 a 20 anos   288,79 €
21 a 30 anos   318,67 €
31 e mais anos   398,34 €

 

Os reformados deveriam poder viver adequadamente das suas pensões! Em vez disso muitíssimos são obrigados a viver na pobreza envergonhada e no sentimento de terem de ser um grande peso para os familiares que os apoiam.

Para se ter uma melhor compreensão dos valores, o Salário Médio mensal (3) em Portugal é de 1.314 euros (2020) e nalgumas regiões do país é apenas de 800 euros. De não esquecer que para se chegar a uma média portuguesa mensal de 1.314 são considerados os salários mínimos e também ordenados como o do Administrador do Banco de Portugal cujo valor mensal é de 16.962,28€.

Os falsos aumentos revelam-se como maiores contributos para o IRS (5).

Vivemos num país pobre, mas de governantes com ares de satisfeitos e ricos.

Segundo o Expresso (18.01.2022) “Entre os que são pobres, 43% vivem em casas sem aquecimento suficiente”.

António CD Justo

Pegadas do Tempo,

(1) https://cnnportugal.iol.pt/reformas/pensionistas/pensoes-mais-baixas-deverao-ter-aumento-de-0-99-em-2022/20211130/61a5feca0cf21a10a411ecdd #

(2) Na Alemanha a actual coligação governamental acordara que o aumento das pensões para 2022 será já não de 5,2% no Oeste e de 5,9% no Leste, mas de 4,4% no Oeste da Alemanha e 5,9% no Leste.

(3) https://www.publico.pt/2021/11/19/politica/noticia/salario-medio-regioes-pais-apenas-800-euros-1985591?utm_content=Provadosfactos&utm_term=Prova+dos+factos+-+O+caso+Rendeiro+e+a+purga+no+PSD&utm_campaign=55&utm_source=e-goi&utm_medium=email

(4) Na Alemanha, o aumento do salário mínimo para 12 euros deverá ser já implementado pela nova coligação até meados de 2022. Na Alemanha a idade de aposentaçãoé aos 67 anos.

(5) Os falsos aumentos que afinal são maiores descontos de irs: “Troika Disfarçada ou Sadismo Fiscal Criativo? O efeito perverso do desdobramento dos escalões de IRS de 2022 é agora visível nas folhas de pagamento dos salários e pensões de janeiro. Num exemplo que agora me mostraram, uma pensão cujo valor bruto aumentou de 12 €/mês resultou afinal numa perda líquida efetiva de 28€/mês relativamente a 2021! A classe média continua a ser o bombo da festa! (título e imagem recortados da plataforma ComparaJá).Ver em

https://blog.lusofonias.net/os-falsos-aumentos-que…/  Que Povo vive de que Povo?  https://antonio-justo.eu/?p=6901

 

 

 

O COVID-19 ÓMICRON ALASTRA-SE E OS EFEITOS SECUNDÁRIOS DAS VACINAS TAMBÉM

O Rei vai nu

Na Alemanha, 86% dos infectados com Covid-19 Ómicron estavam já vacinados como refere a Deputada Wagenknecht referindo-se a publicoação do RKI – Robert Koch Institut (1)!…

Vacinar crianças não parece ser responsável! Na Alemanha houve vários cientistas e até um responsável pelas vacinas que desaconselharam a vacinação de crianças! De facto, numa certa lógica a vacina pode interferir no desenvolvimento do sistema imune da criança ainda em formação!

A EMA (Agência Europeia do Medicamento) alerta para efeitos secundários das vacinas AstraZeneca e Janssen. Em causa está a mielite transversal, na Medula espinal, uma doença neurológica pertencente a um grupo de doenças neuro imunológicas do sistema nervoso central. Também as vacinas da Pfizer e Moderna poderá ter efeitos eritema multiforme (O eritema multiforme (EM) é uma reacção cutânea aguda causada por uma infecção ou outro desencadeador), a glomerulonefrite (A glomerulonefrite é uma doença inflamatória dos rins que afecta os glomérulos renais e pode progredir de forma aguda, subaguda ou crónica) e o o síndrome nefrótico ( Este dano resulta na libertação de demasiadas proteínas para a urina).

Nestas questões de covid-19, encontramo-nos num grande pandemónio e pandeminions, entre defesa e ataque! Tudo ataca: de um lado o virus e do outro muitas das medidas contra ele!

Gregor Gysi, membro do Bundestag alemão desde 2005, disse numa entrevista que 30% da população alemã já não tem confiança no governo por causa das medidas tomadas contra o Covid-19.

Recordo aqui uma frase oportuna do filme “A filha perdida” (“The lost daughter”): “Logo que você tente oprimir as dúvidas, o resultado é tirania.”

Uma outra frase oportuna para reflectir do  filósofo Karl Popper (1902-1994) : “Uma das coisas mais estúpidas que já se ouviu hoje em dia é ‘Eu acredito na ciência’. Se a ciência fosse uma questão de crença, seria chamada de religião. Em vez disso, trata-se de sempre questionar, duvidar e verificar se não há muito dinheiro por trás de uma causa hipotética.” Esta frase, segundo o meu parecer, não é importante por vir de um grande filósofo mas pelo conteúdo em si! Esta frase pressupõe não apenas o acompanhamento ou a área marginal do percebido e do vivido, mas também suas razões profundas. Isso não quer dizer que apesar de tudo não nos devamos divertir! Independentemente do bem e do mal que fazemos, importante é fazê-lo de olhos abertos! De facto, o rei vai nu e os simples de coração são certamente os primeiros a notar a realidade do “rei”. A mesma superficialidade que levava muitas pessoas a praticarem uma crença religiosa de timbre folclórico é a mesma superficialidade que faz da ciência uma crença.

Resta cada qual escolher o caminho a seguir sem se deixar perturbar!

António CD Justo
Pegadas do Tempo

(1) A fonte da informação estatística foi a deputada no parlamento alemão, Sahra Wagenknecht! https://youtu.be/v8UXuW70Xx8

A entrevista dada pela deputada é certamente segura porque não poria a sua reputação em perigo. Considero-a uma mulher séria e muito equilibrada no que diz! Como deputada terá acesso a informações que o próprio RKI e a política não estará interessado em colocar no badalo do sino grande! Por outro lado, onda omicron ainda não chegou às unidades de cuidados intensivos, de acordo com a sociedade profissional de cuidados intensivos e médicos de emergência. Dados da Alemanha e Dinamarca alegadamente mostram que as pessoas vacinadas são mais susceptíveis de contrair omicron do que as pessoas não vacinadas. Mas isto está errado. Uma verificação dos factos DW. https://www.dw.com/de/faktencheck-ist-omikron-f%C3%BCr-geimpfte-ansteckender-als-f%C3%BCr-ungeimpfte/a-60351419?fbclid=IwAR1dnaHbZndhdcVJaE-2IV63-9LltHMA29qXOFMSIaFZcHD1uSCjFMy4HII

Informações acerca do de corona-19 na Focus: https://www.focus.de/gesundheit/news/news-zur-corona-pandemie-mindestens-72-6-prozent-der-bevoelkerung-vollstaendig-geimpft-berichtet-das-rki_id_26124600.html

PRIMEIRA DEPUTADA LUSO-ALEMÃ NO PARAMENTO (BUNDESTAG): UM EXEMPLO A SEGUIR

Catarina Santos segue o próprio caminho

A Comunidade Portuguesa na Alemanha está de parabéns! Tem a satisfação de ver no parlamento alemão a deputada luso-alemã Catarina dos Santos (nascida em Lisboa em 08.07. 1994), eleita pelo partido democrata cristão (CDU) na atual legislatura iniciada a 26.10.2021 (1).

A advogada Catarina Santos é filha de mãe portuguesa e pai alemão e é a deputada mais jovem dos 197 deputado do Grupo parlamentar da CDU/CSU. A deputada é membro agregado do comitê executivo estadual da Junge Union (JU) de NRW onde, entre outros cargos, foi chefe do grupo de trabalho para a promoção das mulheres.

No site da CDU Renânia do Norte-Vestefália, ela diz que não tem um lema de vida clássico, mas “tento, em cada dia, ser um pouco melhor, do que no dia anterior.  Prefiro seguir o meu próprio caminho.”

À pergunta, como podemos fazer com que mais jovens se interessem pela União CDU/CSU respondeu: “Se continuarmos a trabalhar para acolher os jovens, levar a sério as suas preocupações e mostrar que “ser conservador” não é retrógrado nem ultrapassado, então estou certa de que podemos atrair mais jovens para a União.

Catarina dos Santos é um exemplo a seguir para portugueses; como estudante de direito, inscreveu-se, aos 20 anos, no partido CDU conseguindo assim ver recompensada, agora, a iniciativa tomada.

Nas circunstâncias actuais em que o poder se concentra cada vez mais concentrado nas mãos só de alguns é mais que oportuno que toda a juventude se inscreva nos diferentes partidos porque deste modo poderão ser muito eficientes numa mudança fundamental que urge para uma boa governação! Na sociedade os interesses e seus grupos é que determinam o desenrolar da sociedade e da História. Quem não intervém activamente fica à margem na dependência dos poucos que têm o poder. Na Alemanha, a comunidade turca mostra-se exemplar na quantidade de políticos que produz; isto porque estão conscientes da importância da política e da afirmação de interesses!

Cidadãos, em Portugal e pelo mundo, inscrevam-se nos partidos, também para não serem reduzidos à qualidade de espectadores e de manipulados!

António CD Justo

Pegadas do Tempo,

(1) https://www.youtube.com/watch?v=8VdLskKMAoc

 

MORTE EM CASA!

MORTE EM CASA!

Minha mãe entregou hoje, tranquila, a sua alma a Deus na mesma atitude de humildade com que afagou a sua existência durante a vida.

Teve uma presença em plenitude porque cria na vida depois da morte mesmo sem ter medo dela! Obrigado, mãe, morreste de olhos abertos! Obrigado, por teres sabido construir a tua felicidade servindo os outros!

Eu também estou contigo, na consciência de que tudo o que é cultura é uma fuga à morte!

Encontramo-nos todos irmanados a caminho da eternidade, vamos andando, mas sem pressas!

Este é um momento de gratidão e de esperança divina que se expressa na vida e na morte. Minha mãe viveu com Deus e morreu em Deus, sempre em espírito de serviço; fê-lo porque era boa.

Um instante de silêncio e um obrigado a todos os que sintonizam com este momento em família. Gabriela Rosa da Cunha faria 99 anos de Idade a 17 de Março de 2022. O enterro será amanhã 29.12.2021 às 15:30 horas.

Junto aqui uma poesia que já lhe tinha feito antes:

Mãe Minha Terra

Minha mãe

Minha terra, meu jardim
És terra, mundo e céu
O arco-íris no horizonte
Numa dança de cores em mim

 

Minha mãe, és a luz
O rubro do horizonte

Que brilha no mar
Da aurora ao pôr-do-sol.

Minha mãe, o dia já vai longe
Em teu rosto passa o tempo
Em raios de sol a lembrar
Os afagos do carinho.

Mãe, tu não vais, tu ficas
Na luz do amanhecer
No vale do rio a correr.

Tu, a outra margem de mim
És na brisa a voz do mar
A dar à luz, a vida em mim.

António CD Justo
in Pegadas do Tempo