OS OLIGARCAS DA UCRÂNIA

O Arquivo Taz apresentou os sete super-ricos da Ucrânia de 2021 publicados na Fobes (1); estes têm/tiveram grande influência nos acontecimentos da Ucrânia.

A partir de 2021, Rinat Akhmetov é o cidadão mais rico da Ucrânia, com uma fortuna de cerca 7,6 mil milhões de US-Dólares.

Viktor Pinchuk rem 2,25 mil milhões: o magnata do aço de 61 anos manteve-se durante muito tempo cem ligação com políticos pró-russos.

Petro Poroshenko, o rei do chocolate comanda uma fortuna no valor de 1,45 mil milhões e foi também presidente da Ucrânia até 2019 (Pro USA). Desde o início da guerra, Poroshenko tem-se mostrado em uniforme militar e garantiu a Selenskyj o seu firme apoio.

Ihor Kolomojskyj tem 1,45 mil milhões e financia um batalhão de voluntários.

O oligarca Ihor Kolomojskyj transformou o actor Selenskyj numa figura de identificação ucraniana com a série televisiva “Servo do Povo”. Selenskyj ganhou então (2019) as eleições presidenciais com a lista do mesmo nome.

Kolomojskyj , para além do banco (ver nota), criou um conglomerado com participações em companhias aéreas, engenharia mecânica, indústria alimentar, química, petrolífera e siderúrgica e o sector dos media, incluindo o canal de televisão 1+1, através de cujos programas Volodymyr Selenskyj ganhou grande popularidade como comediante. Kolomojskyj apoiou a candidatura de Selenskyj em 2019 e é considerado o seu apoiante. Kolomojskyj, que é repetidamente acusado de métodos de negócios escuros, foi também governador da região de Dnipropetrovsk (agora Dnipro) de 2014 a 2015 e tem financiado o batalhão de voluntários “Dnipro”, desde a sua fundação. Segundo o comandante, Kolomojskyj deve ficar na sua cidade natal de Dnipro, onde também se distingue há muito tempo na sua comunidade de origem judaica.  De acordo com os media ucranianos e americanos, devido a várias investigações judiciais na Ucrânia, Suíça e EUA, Ihor Kolomoisky vive agora com um passaporte israelita em Israel, que não extradita os seus cidadãos (2).

Um dia os povos ucranianos e europeus acordarão e perceberão quem foi e o que é realmente Selensky e a quem é que ele realmente serve. Então o povo poderá derrubar Selensky mas já é demasiado tarde porque entretanto a NATO já se enontra directamente envolvida! Pelos vistos encontra-se ao serviço não do povo mas de uma nova Ordem Mundial!  Hitler sacrificou o povo judeu à sua visão ária e Selenskyj sacrifica o povo ucraniano a uma nova ordem mundial.

O grande equívoco que a guerra da informação conseguiu é fazer-nos crer que na Ucrânia se trata de uma guerra entre a Rússia e a Ucrânia quando, de facto  a guerra é entre a NATO/USA e a Rússia, tendo por trás a alta finança internacional!.

António da Cunha Duarte Justo

Pegadas do Tempo

(1)  https://de.statista.com/statistik/daten/studie/590931/umfrage/ranking-der-reichsten-ukrainer/ ; https://taz.de/Das-sind-die-Superreichen-der-Ukraine/!5840207/   

(2) https://www.sueddeutsche.de/politik/ukraine-wahl-ergebnis-wolodymyr-selensky-1.4416812   

Social:
Pin Share

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

4 comentários em “OS OLIGARCAS DA UCRÂNIA”

  1. Estes bilionários deviam colocar alguns bilhões na reconstrução da Ucrânia.

    Diese Milliardäre sollen ein Paar Milliarden in den Wiederaufbau der Ukraine stecken..

  2. Ksenija Duhovic-Filipovic, a economia dos países depende dos bilionários (oligarcas e plutocratas) e os políticos dela. Esses pobres (políticos) são guiados pela economia e quem está no comando! Estamos em um mundo quebrado e corrupto. O poder, que é violência em sua essência, continuará como mostrado. Com o prolongamento da guerra, a violência triunfou! Se você continuar lendo o texto no meu link, verá como o capital e os detentores de capital estão conectados.O mesmo acontece na manipulação dos Media: como o cão qiue levanta a face para quemlhe dá o pão assim nós nos comportamos para quem cuida de nós e do nosso penteado mental!! Quer queiramos quer não, estamos dependentes dos EUA e sem capacidade de tirar os pés da argola! Com isto não quero branquear o poder russo que fará o mesmo na sua esfera!

    Ksenija Duhovic-Filipovic die Wirtschaft der Länder hängt von den miliardären ab (Oligarken undo plutokraten) und die Politiker von ihr. Diese armen Leute (Politiker) orientieren sich an der Wirtschaft und wer immer sie in der Hand hat!Wir befinden uns in einer kaputten und korrupten Welt.Die Macht, deren Wesen Gewalt ist, wird wie gezeigt weitergehen. Mit der Verlängerung des Krieges hat die Gewalt gesiegt! Wenn Du den Text auf meinem Link weiter liest, wirsd Du sehen, wie Kapital und Kapitalhalter miteinander verbunden sind.

  3. Muito interessante o que escreve. Admira-me não escrever sobre a imprensa livre, tendo em conta, que ontem foi o seu dia. Coisa que já não existe na Rússia, onde os jornais e jornalistas livres tiveram de fechar os jornais e ir para o exílio. Tenho a certeza que sua Santidade o Papa falará disso quando visitar Putin antes de visitar o Presidente da Ucrânia, como aliás fez António Guterres, nada de novo. Vamos ver, é se Putin não lança uma bombas enquanto o Papa estiver na Ucrânia.
    Quanto aos oligarcas, interessante. E eu encontrei esta notícia, que me pareceu deveras interessante. Agora claro, as minhas fontes, são do comum dos meios da comunicação social, que, como dizia uma jornalista ontem, temos que valorizar muito, pois vivemos num país livre, onde há liberdade de imprensa! Pois é, eu valorizo cada vez mais, tendo em conta a vergonha que se passa na Rússia. Pobre povo oprimido. E pobres oligarcas, segundo esta notícia….
    https://www.dn.pt/…/seis-oligarcas-russos-proximos-de…

  4. Cara Carla Moita! É verdade que também pensei nisso mas ao observar a extrema manipulação da liberdade de imprensa especialmente na Rússia, na China e nos países muçlmanos e também a muito pouca liberdade de imprensa que há no Ocidente (Liberdade superfidial e aparente), perante tanta desilusão que sofro resolvi não dizer nada porque o que poderia dizer seria apenas: não há emprensa livre, no máximo ainda há pessoas livres ou em processo de libertação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.