UM SOCO NA CARA!

Nesta guerra plurifacetada parece assistirmos a um jogo de ping-pong!

Moscovo está a considerar confiscar os bens de empresários de “países hostis” como resposta ao anúncio dos EUA de que irão transferir para a Ucrânia os bens confiscados aos oligarcas russos, escreveu o presidente do Parlamento, Vyacheslav Volodin.

Encontramo-nos em desespero pacífico e comportamo-nos todos como se estivéssemos sob anestesia com uma autoconfiança infundada. A propaganda de ambos os lados sofre de bloqueio de pensamento sem considerar a realidade dos interesses polares para possibilitar identificação num dos polos mentais com se houvesse um mundo sem polos, uma realidade unipolar.

Esta guerra não é entre a ideologia da esquerda ou da direita, é uma guerra a favor de imperialistas que se querem afirmar.

Há uma perda de realidade e por isso é difícil estar plenamente informado, porque a guerra polariza os jornais e as pessoas. Vai-se tendo a impressão que o melhor é evitar especialmente debates conduzidos por políticos ou pelos principais meios de comunicação. Por isso os que se concentram apenas em coisas que podem influenciar pessoal e diretamente podem ser um exemplo para todos nós.

Há um ditado de clubes de boxe (Mike Tyson) que diz “Todo mundo tem um plano – até levar um soco na cara!”. É natural que lançar tons pacifistas é bom até para se ir criando consciência no sentido da paz. A realidade política económica e militar é bem diferente como se pode verificar pela declaração do Ministério da Defesa alemã: “Não vendemos armas para países em conflito”…

Apesar de tudo, depois de se apanhar um soco na cara poderemos estar certos que passaremos a reagir intuitivamente de maneira certa. Quando penso em tudo isto, vem-me, por vezes, à ideia que desperdiço preciosas horas de vida, ao constatar a realidade que rege o mundo e que nele há muita gente exclusivamente interessada em ideologia, domínio e violência!

A História ensina-nos que a razão permanece do lado de quem luta e deixa de lado os peões e os pacifistas! Não quero vencer, apenas quero lutar pela vida porque a vida é o prémio da luta!

António da Cunha Duarte Justo

Pegadas do Tempo

Social:
Pin Share

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

14 comentários em “UM SOCO NA CARA!”

  1. Há os que lutam atacando e os que lutam defendendo-se. Quem será o vencedor?

  2. Aurora Martins Madaleno, todos perderão porque (antes da invasão houve combates na guerra civil ucraniana e nesta guerra a partir de 2013 cada parte defendeu seus interesses apoiando o respectivo grupo, de um lado os apoiantes da NATO (e apoiados) e do outro e os apoiantes (e apoiados) da Rússia . A grande mentira que a estratégia atlântica fez passar foi enganar o povo apresentando a Ucrânia como vítima apenas da nação russa! Quem perderá mais neste conflicto será a Europa desde Lisboa aos Urais!

  3. Se as notícias fossem verdade, Israel iria bombardear Moscovo, e Putin já estava morto, a Nato iria ter navios prontos a bombardear Rússia do mar negro, os EUA já estariam a invadir a Rússia. Nada disso está acontecer…só novela…e ainda mais…a China prestes a invadir Taiwan e a Rússia, e o Coreia do Norte a invadir a Coreia do Sul e a Rússia…Neste teatro só Selensky, a Ucrania e a Rússia são os figurantes, todo o mundo meros espectadores.

  4. Fremioth Viegas, a NATO, que até à invasão russa teve muito sucesso na Ucrânia ficou sem a possibilidade de levar a sua estratégia a cabo (como fazia em África) porque com a invasão russa a contenda torna-se oficial! O mundo sabe que se tem de manter disfarçadamente como espectador porque se a NATO entrasse oficialmente na guerra então teríamos uma guerra mundial com uso de armas atómicas! As armas atómicas são meio que está a meter respeito aos grandes entre eles! De resto as populações não são mais que meros espectadpores embora muitos deles já se sintam como se fossem soldados ao serviço de um dos seus senhores!

  5. Estas notícias, da “guerra” Rússia contra Ucrânia, parecem novelas. A NATO não faz nada, a ONU não envia capacetes azuis como fazia aos países africanos, os EUA só promete, nada faz como fez no Iraque onde asassinou sem razão o Sadam, em Líbia o Kadafi, e em Afganistão o Bin Laden, e tem medo de matar o tirano Putin. Será tudo encenado!!!

  6. Eu procuro apresentar a guerra que decorre na Ucrânia como uma guerra geoestratégica entre as potências tal como se começou a desenvolver especialmente a partir de 2007 na Ucrânia (e que acompanho desde então). Penso ser um grande erro estratégico dos USA terem exagerado nos seus objectivos a atingir e um erro militar da Rússia em ter iniciado declaradamente a guerra na Ucrânia. A NATO conseguiu primeiramente diminuir as zonas de influência russa e aumentar as suas. Com a intervenção directa russa foi propagado no ocidente que se trata apenas de uma contenda entre duas nações, o que não é! No meio de tudo isto vai-se revelar como errada a estratégia dos USA obrigarem a Rússia a aliar-se à China. A NATO tem agigo encobertamente na Ucrânia mas não se atreve a interferir declaradamente porque isso legitimaria o emprego de armas atómicas na Europa. Concluíndo: A estratégia dos USA está a falhar, a intervenção militar russa foi o falhanço completo e a saída que fica para a Rússia será pedir ajuda à China que então exigirá Taiwan para a sua esfera e teremos uma guerra mundial com dois epicentros: o epicentro na Europa e outro epicentro na Ásia!

  7. António Cunha Duarte Justo putin avisa e avisa , não o querem ouvir fazem dele um boneco , Biden e nato e os líderes europeus andam mortinhos por causar mais guerras, infelizmente está visto que eles querem mesmo , depois a culpa dizem que é só de putin

  8. Carla Ribeiro, o Ocidente continua na onda de arrogância que sempre teve nas intervenções que teve e na altura da queda do socialismo soviético. O problema é que os únicos interesses são de poder e poder signifíca exercício de violência e o Ocidente é demasiado rico e hipócrita para poder entrar em convversações que resultassem em benefício de toda a humanidade!

  9. António Cunha Duarte Justo vc tocou no nervo. e tudo o que diz é a pura da verdade.
    Ainda ontem no Corriere Della Sera, (para espanto de muitos observadores) foi publicada uma entrevista ao um académico americano que foi conselheiro financeiro do governo russo ente 1991 e 1993.
    O que ele diz são tudo factos reais, comprovados e que fere a narrativa do mainstream das televisões.
    Deixo-lhe aqui o link para o caso de querer ler a entrevista, que está muito interessante.
    https://www.corriere.it/…/sachs-joe-biden-doesn-t-want…

  10. António Cunha Duarte Justo os jornalistas escrevem para o numero de leitores e estes, querem desgraça e sangue. Não é tanta culpa da imprensa mas do que os leitores procuram. Um mundo com pessoas sanguinárias

  11. Alcino Francisco, esta não é a função do quarto poder! Não será tanto culpa dos jornalistas que andam a ganhar com estresse o seu pão mas do quarto poder controlado por agências noticiosas e grandes jornais de maneira que a redacção da maior parte das notícias é transmitida, como papinha já feita aos jotrnais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.