MAIS UM ABUSO DE PODER  FLAGRANTE  – DESTA VEZ DO FACEBOOK

 

O Facebook do Reino Unido, removeu, sem explicação, uma campanha de petição contra casamentos forçados de mulheres e meninas cristãs!

A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (ACN), com sede em Londres, já tinha conseguido na sua campanha de abaixo-assinados 3.210 assinaturas.

Com o acto prepotente do Facebook, a fundação viu-se obrigada a entregar apenas as assinaturas antecipadamente conseguidas,  em 15 de dezembro, a Fiona Bruce, membro do Parlamento e enviada especial do primeiro-ministro Boris Johnson para a liberdade religiosa.

O facto da violência contra crianças e mulheres ser um abuso dos direitos humanos “que trancende divisões culturais, étnicas e religiosas” (1) mais um argumento deveria ser para que por todo o lado surjam iniciativas que as defendam, independentemente dos interesses ideológicos e económicos das grandes multinacionais!

António CD Justo

Pegadas do Tempo

(1)  https://www.infocatolica.com/?t=noticia&cod=42277&utm_medium=email&utm_source=boletin&utm_campaign=bltn211226

 

Social:
Pin Share

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

4 comentários em “MAIS UM ABUSO DE PODER  FLAGRANTE  – DESTA VEZ DO FACEBOOK”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *