MULHERES MEDIDAS PELOS TACÕES E HOMENS PELA GRAVATA

Mais um murro nos olhares sexistas

António Justo

Na Grã-Bretanha discute-se o uso dos sapatos de tacão alto para senhoras. Mulheres inglesas não querem trazer sapatos de tacão alto durante o trabalho. Uma petição assinada por 140.000 pessoas exige uma lei que proíba ao patrão obrigar senhoras a trazer sapatos altos durante o trabalho, enquanto os homens podem trazer sapatos rasos (refere o HNA de 28.05).

Uma inglesa – senhora empregada na recepção da firma PwC – tinha sido mandada para casa, sem ordenado, pelo patrão e com a indicação de que procurasse um outro emprego se não trouxesse sapatos, com tacões de cinco a dez centímetros.

 Muitos não consideram isto como discriminação da mulher, pelo facto de os empregados masculinos também serem obrigados a trazer gravata.

Independentemente do problema da pessoa tornada objecto, à mulher exige-se algo que causa dores e estraga a coluna vertebral ao contrário da gravata que no máximo obrigará o homem a andar de cabeça mais levantada para não estragar o nó!

 O parlamento britânico terá de se ocupar com a petição dado ela ter atingido as 100.000 assinaturas.

Mais um murro nos olhos sexistas e nos hábitos da conveniência!

António da Cunha Duarte Justo

Social:
Pin Share

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *