O COVID-19 ÓMICRON ALASTRA-SE E OS EFEITOS SECUNDÁRIOS DAS VACINAS TAMBÉM

O Rei vai nu

Na Alemanha, 86% dos infectados com Covid-19 Ómicron estavam já vacinados como refere a Deputada Wagenknecht referindo-se a publicoação do RKI – Robert Koch Institut (1)!…

Vacinar crianças não parece ser responsável! Na Alemanha houve vários cientistas e até um responsável pelas vacinas que desaconselharam a vacinação de crianças! De facto, numa certa lógica a vacina pode interferir no desenvolvimento do sistema imune da criança ainda em formação!

A EMA (Agência Europeia do Medicamento) alerta para efeitos secundários das vacinas AstraZeneca e Janssen. Em causa está a mielite transversal, na Medula espinal, uma doença neurológica pertencente a um grupo de doenças neuro imunológicas do sistema nervoso central. Também as vacinas da Pfizer e Moderna poderá ter efeitos eritema multiforme (O eritema multiforme (EM) é uma reacção cutânea aguda causada por uma infecção ou outro desencadeador), a glomerulonefrite (A glomerulonefrite é uma doença inflamatória dos rins que afecta os glomérulos renais e pode progredir de forma aguda, subaguda ou crónica) e o o síndrome nefrótico ( Este dano resulta na libertação de demasiadas proteínas para a urina).

Nestas questões de covid-19, encontramo-nos num grande pandemónio e pandeminions, entre defesa e ataque! Tudo ataca: de um lado o virus e do outro muitas das medidas contra ele!

Gregor Gysi, membro do Bundestag alemão desde 2005, disse numa entrevista que 30% da população alemã já não tem confiança no governo por causa das medidas tomadas contra o Covid-19.

Recordo aqui uma frase oportuna do filme “A filha perdida” (“The lost daughter”): “Logo que você tente oprimir as dúvidas, o resultado é tirania.”

Uma outra frase oportuna para reflectir do  filósofo Karl Popper (1902-1994) : “Uma das coisas mais estúpidas que já se ouviu hoje em dia é ‘Eu acredito na ciência’. Se a ciência fosse uma questão de crença, seria chamada de religião. Em vez disso, trata-se de sempre questionar, duvidar e verificar se não há muito dinheiro por trás de uma causa hipotética.” Esta frase, segundo o meu parecer, não é importante por vir de um grande filósofo mas pelo conteúdo em si! Esta frase pressupõe não apenas o acompanhamento ou a área marginal do percebido e do vivido, mas também suas razões profundas. Isso não quer dizer que apesar de tudo não nos devamos divertir! Independentemente do bem e do mal que fazemos, importante é fazê-lo de olhos abertos! De facto, o rei vai nu e os simples de coração são certamente os primeiros a notar a realidade do “rei”. A mesma superficialidade que levava muitas pessoas a praticarem uma crença religiosa de timbre folclórico é a mesma superficialidade que faz da ciência uma crença.

Resta cada qual escolher o caminho a seguir sem se deixar perturbar!

António CD Justo
Pegadas do Tempo

(1) A fonte da informação estatística foi a deputada no parlamento alemão, Sahra Wagenknecht! https://youtu.be/v8UXuW70Xx8

A entrevista dada pela deputada é certamente segura porque não poria a sua reputação em perigo. Considero-a uma mulher séria e muito equilibrada no que diz! Como deputada terá acesso a informações que o próprio RKI e a política não estará interessado em colocar no badalo do sino grande! Por outro lado, onda omicron ainda não chegou às unidades de cuidados intensivos, de acordo com a sociedade profissional de cuidados intensivos e médicos de emergência. Dados da Alemanha e Dinamarca alegadamente mostram que as pessoas vacinadas são mais susceptíveis de contrair omicron do que as pessoas não vacinadas. Mas isto está errado. Uma verificação dos factos DW. https://www.dw.com/de/faktencheck-ist-omikron-f%C3%BCr-geimpfte-ansteckender-als-f%C3%BCr-ungeimpfte/a-60351419?fbclid=IwAR1dnaHbZndhdcVJaE-2IV63-9LltHMA29qXOFMSIaFZcHD1uSCjFMy4HII

Informações acerca do de corona-19 na Focus: https://www.focus.de/gesundheit/news/news-zur-corona-pandemie-mindestens-72-6-prozent-der-bevoelkerung-vollstaendig-geimpft-berichtet-das-rki_id_26124600.html

Social:
Pin Share

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

13 comentários em “O COVID-19 ÓMICRON ALASTRA-SE E OS EFEITOS SECUNDÁRIOS DAS VACINAS TAMBÉM”

  1. Convém dizer, para não criar ainda mais alarmismos, que esses efeitos secundários das vacinas referidas se manifestam num número reduzido de pessoas! Li essas notícias, em alemão e em português. Todos sabemos que as vacinas, todas elas, tal como grande parte, se não todos, os medicamentos, comportam riscos. Basta ler as bulas de qualquer medicamento, mesmo os de venda livre, como um vulgar paracetamol, para se saber isto.

  2. A entrevista dada pela deputada é certamente segura porque não poria a sua reputação em perigo. Considero-a uma mulher séria e muito equilibrada no que diz! Como deputada terá acesso a informações que o próprio RKI e a política não estará interessado em colocar no badalo do sino grande! Por outro lado, onda omicron ainda não chegou às unidades de cuidados intensivos, de acordo com a sociedade profissional de cuidados intensivos e médicos de emergência. Dados da Alemanha e Dinamarca alegadamente mostram que as pessoas vacinadas são mais susceptíveis de contrair omicron do que as pessoas não vacinadas. Mas isto está errado. Uma verificação dos factos DW. https://www.dw.com/de/faktencheck-ist-omikron-f%C3%BCr-geimpfte-ansteckender-als-f%C3%BCr-ungeimpfte/a-60351419?fbclid=IwAR1dnaHbZndhdcVJaE-2IV63-9LltHMA29qXOFMSIaFZcHD1uSCjFMy4HII

  3. Tenho aguentado todo este tempo sem contágio mas praticamente confinada.
    Algumas saídas, poucas.
    Alguns sustos. Uma das filhas, neta e neto foram contaminados. Agora bem. As notícias são contraditórias a nível internacional. Por cá
    38.000 infectados em 24h
    33 mortes.
    Vamos fazendo o nosso caminho com esperança.

  4. É bom estar informado
    mas é importante que as fontes sejam de confiança. Presentemente há mta desinformação por cá e não só.

  5. Wagenknecht, que é membro do Bundestag desde 2009 e, pela sua própria informação, ainda não foi vacinada, criticou o novo regulamento para o Bundestag que exige ( apenas os deputados e membros do pessoal que tenham sido pelo menos duplamente vacinados terão acesso à sala plenária do Bundestag e além disso, devem apresentar um teste rápido actual negativo (regra 2G-plus), e a deputada disse à RND: “Os regulamentos 2G também não têm o efeito de travar as infecções na vida pública. Entretanto, todos os estudos mostram que as vacinas já não protegem contra infecções e, portanto, contra a infecção de outras pessoas após apenas alguns meses”. ( https://www.rnd.de/politik/sahra-wagenknecht-kritisiert-neue-corona-schutzregeln-im-bundestag-2PRNTLWIRZFWJNNH2JYNZYYCXA.html )

  6. Um dos efeitos secundários das vacinas, é a diminuição acentuada no número de PLAQUETAS no sangue.
    Abaixo de 150.000, há médicos, na direção dos postos de vacinação que recusam vacinar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.