ESTA É A HORA DOS ICONOCLAUSTAS

Outrora eram as hordas bárbaras que assaltavam os povoados, hoje são as bárbaras hordas que assaltam a praça pública em pleno dia.

O escritor Miguel Torga descreve uma realidade sempre actual que escapa à visão do Zeitgeist de cada época.
Os ventos arquejados nesta Europa , que precisamos, desviam-nos de nós mesmos, do nosso processo histórico e do nosso universalismo, para nos alinhar numa outra fila, com esta ou aquela ideologia ao serviço do Mamon e do poder pelo poder.
Deixe-se passa a onda dos iconoclaustas!

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto que diz ""Ninguém me encomendou sermão, mas precisava de desabafar publicamente. Não posso mais com tanta lição de economia, tanta megalomania, tão curta visão do que fomos, podemos e devemos ser ainda, e tanta subserviência às mãos de uma Europa sem valores." Miguel Torga 1993"

António Justo

Social:

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *