BOAS ACÇÕES

Hoje, numa caminhada através do bosque vizinho fiquei espantado ao chegar ao ribeiro onde vi 7 pessoas de galochas a limpar o ribeiro que é público. Era impressionante o empenho com que as crianças se dedicavam ao trabalho. Era uma família certamente aborrecida por o Coronavírus lhe proporcionar tempo para terem uma ideia criativa e solidária que a todos agrada.
Ontem, num mesmo rotinado passeio, impressionou-me ver como uma mãe e suas duas crianças apanhavam plásticos e outro lixo que alguém sem respeito pela comunidade nem pela natureza tinha deixado na relva.

António da Cunha Duarte Justo

Social:

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *