O MEU DIA DOS DIAS DA MÃE

MARIA MÃE

Maria que o mar conténs

E o mistério das mães ocultas

És o seio da vida

De ti o amor brota

Em abraço de onda azul e branca!

Tu és a força encoberta

Que às gotas dás abrigo!

Em ti a vida se junta e ondeia!

Ondas de mulher onde tudo rima

A ligar o mundo na palavra mãe!

Mãe, em ti habita o sonho

De um 8 de dezembro imaculado

Tu és o berço da infância

Tua presença é sempre Natal

Maria de todos e de ninguém!

Aquela corrente de amor

Onde o coração palpita

E o mar se acalma!

António CD Justo

Também em Pegadas do Tempo, http://poesiajusto.blogspot.com/

 

Social:
Pin Share

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

Um comentário em “O MEU DIA DOS DIAS DA MÃE”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *