LOCAIS DE DESCANSO DA ALMA PARA VIAJANTES

Na Alemanha existem 44 Igrejas em Autoestradas ou a elas ligadas

Ao lado das Autoestradas há igrejas e capelas onde quem passa pode fazer uma pequena pausa. “Na entrada há um livro onde todos podem escrever seus pensamentos, preocupações e orações, com as quais também se dirigem a Deus com pedidos como: “Ajuda meu marido que ele não tenha tumores… Deus ajude que a guerra entre a Rússia e a Ucrânia chegue depressa ao fim” ou simplesmente pedidos de “uma viagem segura” ou de “uma boa chegada a casa”  (HNA, 18.01.2023).

Das igrejas e capelas, 19 são protestantes, 8 católicas e 17 ecuménicas. Um bom milhão de pessoas visitam estas igrejas todos os anos; estas devem estar acessíveis até à máxima distância de um quilómetro.

Como o jornal informa, a igreja de autoestrada mais antiga da Alemanha (1958) fica na A8 entre Munique e Stuttgart, perto de Adelsried e tem o nome: “Maria, Proteção dos Viajantes”. Eu mesmo, há muitos anos, entrei, por curiosidade, numa capela da autoestrada e fiquei muito impressionado com esta atenção da sociedade e da Igreja em relação às necessidades dos viajantes.

Há também 350 igrejas em ciclovias frequentadas por ciclistas.

António CD Justo

Pegadas do Tempo

Social:
Pin Share

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

10 comentários em “LOCAIS DE DESCANSO DA ALMA PARA VIAJANTES”

  1. Pessoalmente costumava visitar a que fica na A1, Dammer Berg, perto de Osnabrück. Tem, para além daquilo que menciona, sempre umas cestinha com medalhas benzidas que os visitantes podem levar!
    Abraço

  2. Não sabia, mas e interessante e de louvar quem naquela altura mandou edificar essas igrejas/capelas. Beijinhos

  3. Eu quando ia ao centro do Porto parava sempre numa igreja…além de descansar havia um silêncio revelador que me permitia descobrir algo que desconhecia dentro de mim…

  4. Muitíssimo obrigado pelo vosso positivo feedback. A razão porque coloquei aqui o artigo é pelo que a ideia tem de belo e pode servir de exemplo para outras iniciativas. Naturalmente, na Alemanha onde uma autoestrada pode ter mais de mil quilómetros tornam-se mais necessários momentos de pausa e de recolhimento ao longo do percurso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *