Índice de Corrupção nos Países lusófonos e no Mundo

Angola ocupa o pior lugar dos lusófonos, no 168.º lugar

A Organização não-governamental Transparência Internacional (TI), com sede em Berlim publicou agora os resultados das suas investigações. No Índice da Percepção da Corrupção 2011 que avalia 183 países e territórios, numa escala ascendente de corrupção, Portugal ocupa o lugar 32. Dos países lusófonos segue-se-lhe Cabo Verde no 41.° lugar; Cabo Verde ficou no 45.° lugar; Brasil no 73.º lugar; Moçambique ficou na 120.° lugar;  a Guiné-Bissau encontra-se entre os mais corruptos no 154.º lugar; São Tomé e Príncipe está na 100.° lugar. Angola ocupa o pior lugar dos lusófonos, no 168.º lugar. Os mais corruptos são a Somália, Coreia do Norte, Myanmar e Afeganistão. Os mais exemplares são a Nova Zelândia, a Dinamarca e a Finlândia.

Escala ascendente dos países menos corruptos para os mais corruptos:
1.Nova Zelândia; 2. Dinamarca; 3. Finlândia; 4. Suécia; 5. Singapura; 6. Noruega; 7. Holanda; 8. Austrália; 9.Suíça; 10. Canadá; 11. Luxemburgo; 12. Hong-Kong; 13. Alemanha; 14. Japão; 15. Áustria; 16. Barbados; 17. Reino Unido; 18.Bélgica; 19. Irlanda; 20. Bahamas; 21.Chile; 22. Quatar; 23. EUA; 24.França; 25. Santa Lúcia; 26 Uruguai; 27. EAU; 28. Estónia; 29. Chipre; 30. Espanha; 31. Botswana; 32. Portugal; 33. Taiwan… 41. Cabo Verde… 73. Brasil… 80. Grécia… 100. S. Tomé e Príncipe… 120. Moçambique… 154. Guiné-Bissau… 168. Angola… 182. Coreia do Norte e Somália (últimos lugares).
O índice de corrupção de Portugal é de 6,1, numa escala de 1 a 10.

Estes dados são recolhidos por 13 organizações com base em 17 fontes de informação.

Social:
Pin Share

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

4 comentários em “Índice de Corrupção nos Países lusófonos e no Mundo”

  1. A Transparência Internacional está usando algum método bastante falho para suas análises. O Brasil em 73 lugar entre os corruptos? Não pode ser, mesmo. O Brasil, de certeza, está entre os 10 piores.

    A corrupção, por estas terras, está enraizada em todos os níveis sociais e governamentais, é quase um traço cultural dos políticos e governantes, principalmente; e também existe corrupção endêmica entre a população geral e em suas relações com os poderes, constituídos ou não.

    E o pior: não há saída à vista. Os já candidatos às próximas eleições são os de sempre, ou seja, os piores.

    Não basta chegar ao fundo do poço: há que cavar mais…

  2. O efeito pigmaleão e a corrupção:
    Os estudos de atribuição de causalidade sobre a corrupção e a análise de conteúdo do discurso não permitem conferir validade aos rankings apresentados.

    A solidariedade alimenta a corrupção em todas as regiões, o tráfico de produtos raros e estranhos
    esta sediada na China, que é o pais que neste momento dirige a maior corrupcão mundial.

    Os oligópolios ainda estão por estudar sistematicamente. Têm sido a alternativa para justificar os maiores desvios de Kapital entre a America (USA) e Europa, passando pela Suiça. O FMI ja os alinhou.

  3. Só que o problema é que ninguém se dá conta de que nós, cidadãos, também contribuimos para a corrupção, com pequenos atos falhos da nossa parte (sem defender os politicos, só para ficar claro!).

  4. Com todo respeito, eu sou brasileiro, mas cada povo tem o governo que merece.
    Nós merecemos o que temos, porque povo burro que nem o nosso não tem, desculpe o jeito de me expressar, mas é a realidade.
    O povo nada faz para alterar isso e dificilmente irá fazer, infelizmente vivemos numa sociedade desinteressada pela política e por mudanças, a grande maioria ainda não é consciente para saber dar valor a seu voto (exemplo do tiririca, um palhaço analfabeto com maior quantidade de voto no país nas eleições de 2010, se não me engano foi 1 milhão e 300 mil votos) ou até mesmo cobrar dos governantes resultados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *