MOSCOVO SAÚDA A PROPOSTA DO VATICANO PARA CRIAR UMA PLATAFORMA DE NEGOCIAÇÃO

O Kremlin disse na segunda-feira que agradece uma oferta do Vaticano para fornecer uma plataforma de negociação para resolver o conflito na Ucrânia, mas acrescentou que a posição de Kiev torna isso impossível. A InfoCatólica cita o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov:  “Claro que saudamos essa vontade política, mas dada a situação de facto e de jure que agora temos do lado ucraniano, essas plataformas não podem ser processadas”.

Há dez dias, em entrevista ao jornal italiano La Stampa, o Papa Francisco reiterou que o Vaticano está disposto a fazer todo o possível para mediar no sentido de acabar com o conflito entre a Rússia e a Ucrânia. Desde que a Rússia invadiu a Ucrânia há mais de nove meses, vários países, incluindo Turquia, Israel e China, apresentaram-se como possíveis mediadores no conflito. Não valeu nada. A guerra continua.

António da Cunha Duarte Justo

Pegadas do Tempo

Social:
Pin Share

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

2 comentários em “MOSCOVO SAÚDA A PROPOSTA DO VATICANO PARA CRIAR UMA PLATAFORMA DE NEGOCIAÇÃO”

  1. Abilio Tavares, enquanto os Estados Unidos, longe da Europa, tentarem resolver a sua dominância económica através de povos submissos. A guerra da Ucrânia já começada de facto em 2014 só vem favorecer os Estados Unidos interessados em empobrecera a Europa de maneira a mantê-la submissa. Uma Europa com boas relações com a Rússia só fortaleceria a Europa e a Rússia e isso contrariava os planos hegemónicos dos EUA. Por isso os EUA investiram tanto para que se desse o golpe de 2014 (Maidan) que deôs um presidente democraticamente eleito mas não era favorável à desneutralização da Ucrânia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *