MULHERES TRATADAS COMO “ANIMAIS DE CAÇA EM PISCINAS”

A revista feminina alemã EMMA, descreve vários delitos de ataques a mulheres nas piscinas públicas.

“Assediadas, insultadas, agarradas: As mulheres tornam-se num jogo de animais de caça nas piscinas exteriores. Os perpetradores? A grande maioria são migrantes… De acordo com as estatísticas, a força policial da Renânia do Norte-Vestefália identifica os perpetradores como “jovens de origem norte-africana, árabe e turca”.

A revista, embora seja de esquerda,  não esconde a problemática: “Há muito tempo que os políticos e os meios de comunicação social não chamam o problema pelo nome, por medo da acusação de racismo. Mas isso só piora as coisas.”

São intoleráveis estes ataques nas piscinas que deveriam ser lugar de relaxamento saudável.

EMMA: https://www.emma.de/artikel/frauen-freiwild-im-schwimmbad-336983?fbclid=IwAR3HNETrv8Pf91cBy4HTDyyof6C-qWGTYBNjjcwOY8AK4wsmEs3RwUMMTXc

António da Cunha Duarte Justo

Pegadas do Tempo

Social:

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *