ATENTADO DE 20 DE JULHO DE 1944 CONTRA HITLER

“Neonazis” aproveitam-se do aniversário para a sua propaganda

Extremistas da Direita (neonazis) servem-se do dia do aniversário do atentado contra Hitler para convocarem manifestações. Por seu lado, grupos antiextremistas organizaram contramanifestações paralelas.
Em Kassel, uma cidade com 205.000 habitantes, o grupo O partido “Die Rechte” convocou uma manifestação sob o lema “Contra a caça da imprensa, calúnias e fantasias de açaime”.
Na manifestação participaram 120 extremistas de direita. Na contramanifestação participaram mais de 10.000 pessoas contra extremismo e contra violência.

A tentativa de assassinato organizada pelo Coronel Claus von Stauffenberg contra Hitler falhou. Hitler sofreu umas feridas leves. E pouco depois da meia noite desse mesmo dia foram logo fuzilados von Stauffenberg e três colaboradores.
Os implicados no atentado provinham sobretudo da nobreza, da Wehrmacht e da administração.

Mais tarde foram executadas mais de 200 pessoas por causa da revolta; entre elas contavam-se um Marechal, 19 Generais, 26 Coronéis, dois Embaixadores, sete Diplomatas, um Ministro, três Secretários de estado e o chefe da Polícia Criminal do Reich; além de vários presidentes de estado, presidentes de polícia e presidentes de governo.

António da Cunha Duarte Justo

Pegadas do Tempo

Social:

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *