A CAMINHO DA CHINA!

Li no JN Direto que o “ Governo vai colocar todas as autoridades policiais a fiscalizar os portugueses que, tendo telemóvel, não tenham instalada a aplicação “StayAway Covid”.

Uma coisa é a escolha livre de um cidadão em democracia e outra a que uma alegada democracia (ou seus pretensos representes) autoritariamente lhe impõe..

Obrigatoriedade geral, deste género, só poderia acontecer num país com estruturas fascistas ou comunistas. A privacidade incomoda o sistema que quer tudo sob controlo, até a pessoa. É preciso resistir no princípio, depois já é tarde!
Que as pessoas tomem medidas de protecção para si e para os outros e os governos acautelem a população com medidas adequadas é muito necessário mas nada justifica medidas radicais das autoridades. A irresponsabilidade de alguns cidadãos não justifica que um Governo se assenhoreie da liberdade de todo o povo!

António da Cunha Duarte Justo

Pegadas do Tempo

A imagem pode conter: texto

Social:

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

7 comentários em “A CAMINHO DA CHINA!”

  1. ando há anos a avisar escrever sobre isto leia-se aqui https://blog.lusofonias.net/…/nao-digam-que-nao-vos…/
    não digam que não vos avisei quando isto suceder na vossa comunidade
    blog.lusofonias.net
    não digam que não vos avisei quando isto suceder na vossa comunidade
    não digam que não vos avisei quando isto suceder na vossa comunidade
    FB

  2. ” dizia a gota do oceano: sem mim ele não está completo e sozinha morrerei, impossível abandona-lo”

  3. E aquela gotinha do “Ciclo da água” que sobe às nuvens, viaja pelo oceano graças aos ventos dos moinhos de Cervantes – que nos permitem sonhar – e, depois, muito acompanhada com outras, cai-me no rosto e diz: “- Sem mim, gota-a-gota, morrerias em pouco tempo.” Respondo-lhe: – não te esqueças de dizer à tuas amigas gotinhas que venham contigo….
    Se até um cabelo faz sombra, imagine-se a importância da gota de água para o Homem sedento, sucessor do Homo Sapiens, do Homo Erectus, da Ecoequação, a única capaz de trazer alguma equidade a este Mundo constantemente desequilibrado por causa do excesso de água, a falta dela e o Homem gastador ainda não conseguiu um substituto para ela. Um abraço. (Com a “Ecoequação” poderia ter feito carreira política, mas exagerei na argumentação sobre o Ciclo da Água por causa da inconstância dos movimentos de translação e rotação do Planeta Terra. Um abraço.

  4. Sim, Fernando, é também uma questão de localização e perspectiva! Já me faz lembrar a perspectiva dos números absolutos e dos números relativos em relação às estatísticas publicadas diariamente sobre os infectdos do Covid-19. Não querendo subestimar a gravidade da ameaça, acho porém graça ao facto da política de informação que apresenta um grande aumento de infectados mas sem fazer referência ao aumento dos testes Coronavírus feitos! É natural que numa relação de análise de 100 pessoas haja 10 infectados é o mesmo que em 10000 testados haja 100 infectados. Referir só estes números engana quem apenas ouve a informação. Os 100 infectados são muitos mas em termos de proporção matemática não são mais que os referidos 10! A informação e gerall tem muito que se lhe diga!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *