Um comentário em “Férias”

  1. Boas férias, caro António Justo.
    Espero que elas sejam uma bela ocasião para reveres velhos amigos e reativares contactos adormecidos pelo tempo, pela distância e pelo desencontro da vida, mas sempre presos pela teia invisível da Amizade.
    O amigo José Cerca

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *