IDEIAS FORTES PARA TEMPOS FORTES

Deixo aqui algumas ideias de um dos meus filósofos preferidos, Henri Bergson:

“A coesão social deve-se, em grande parte, à necessidade de uma sociedade se defender de outras.”

“O olho vê somente o que a mente está preparada para compreender.”

“A vida é um caminho de sombras e luzes. O importante é que se saiba vitalizar as sombras e aproveitar a luz.”

“A inteligência é caracterizada por uma incompreensão natural da vida.”

“Pense como um homem de ação, atue como um homem de pensamento.”

“Um ser inteligente traz consigo os meios necessários para superar-se a si mesmo.”

“O que me impressiona em Jesus é este apelo a ir sempre adiante. Pode-se dizer que o elemento estável do cristianismo seja precisamente essa ordem de nunca parar.”

“Há coisas que só a inteligência é capaz de procurar, mas que por si mesma nunca achará. E essas coisas só o instinto as acharia, mas nunca as procura”. Henri Bergson

Para encontrar as coisas que a inteligência nunca achará resta o caminho da intuição que ultrapassa os limites das coisas e conduz ao espírito que tudo embebe.

Continuação de Boas festas

António Justo

 

 

O QUE POR AÍ CORRE A RESPEITO DA HISTÓRIA DE CUBA

De 1492 a 1902, Cuba foi uma colónia espanhola.
Em 1902 tornou-se independente. Como de costume, com uma mãozinha dos EUA a ajudar, para lá cuidarem dos seus interesses.
A ditadura de Fulgêncio Baptista durou de 1934 a 1959.
‎Agora leia-se o que se passou em Cuba enquanto foi possessão espanhola e até mesmo durante a ditadura de Baptista.

Desconhecia totalmente que Cuba tivesse tido tamanho desenvolvimento em tempos idos!

Afinal, o que foi que aconteceu em CUBA ?

Pois…, teve o que os outros não tiveram, Fidel de Castro.

1º) Enquanto foi espanhola:

  • * A primeira nação da América latina que utilizou máquinas e
    barcos a vapor foi Cuba, em 1829.
    * A primeira nação da América Latina, e a terceira no mundo (atrás da Inglaterra e dos EUA), a ter uma ferrovia foi Cuba, em 1837.
    * Foi um cubano quem primeiro aplicou anestesia com éter na
    América Latina em 1847.
    * A primeira demonstração, a nível mundial, de uma indústria
    movida a electricidade foi em Havana, em 1877.
    * Em 1881, foi um médico cubano, Carlos J. Finlay, que descobriu o agente transmissor da febre-amarela e definiu a sua prevenção e tratamento.
    * O primeiro sistema eléctrico de iluminação em toda a América
    Latina e Espanha foi instalado em Cuba, em 1889.
    * Entre 1825 e 1897, 60 a 75% de toda a renda bruta que a Espanha recebeu do exterior veio de Cuba.
    * Antes do final do Século XVIII Cuba aboliu as touradas por
    considerá-las “impopulares, sanguinárias e abusivas com os animais”.
    * O primeiro “carro eléctrico” que circulou na América Latina foi
    em Havana, em 1900.
    * Também em 1900, antes de em qualquer outro país na América Latina, foi a Havana que chegou o primeiro automóvel.

2º) Aqui já era independente… com os americanos a investir lá

* A primeira cidade do mundo a ter telefones com ligação directa (sem necessidade de telefonista) foi Havana, em 1906.
* Em 1907, foi estreado em Havana o primeiro aparelho de Raios-X de toda a América Latina.
* Em 19 Maio de 1913 quem primeiro realizou um vôo em toda a
América Latina foram os cubanos Agustin Parla e Rosillo Domingo, entre Cuba e Key West, que durou uma hora e quarenta minutos.
* O primeiro país da América Latina a conceder o divórcio foi Cuba, em 1918.
* O primeiro latino-americano a ganhar um campeonato mundial de xadrez foi o cubano José Raúl Capablanca. Ele venceu todos os campeonatos mundiais de 1921-1927.
* Em 1922, Cuba foi o segundo país no mundo a abrir uma estação de rádio e o primeiro país do mundo a transmitir um concerto de música e a fazer notíciários radiofónicos.
* A primeira locutora de rádio do mundo foi uma cubana: Esther
Perea de la Torre. Em 1928, Cuba tinha 61 estações de rádio, 43
delas em Havana, ocupando o quarto lugar no mundo, perdendo apenas para os EUA, Canadá e União Soviética. Cuba foi o primeiro no mundo em número de estações por população e área territorial.

3º) Sob o ditador Fulgêncio Baptista, mesmo assim:

* Em 1937, Cuba foi o primeiro país de toda a América Latina a
decretar a jornada de trabalho de 8 horas, o salário mínimo e a
autonomia universitária. Não, isto não foi obra do Fidel!
* Em 1940, Cuba foi o primeiro país da América Latina a ter um
presidente da raça negra, eleito por sufrágio universal, por maioria absoluta, quando a maioria da população era branca. Adiantou-se pois em 68 anos aos Estados Unidos.
* Em 1940, Cuba aprovou uma das mais avançadas Constituições do mundo. Na América Latina foi o primeiro país a conceder o direito de voto às mulheres, igualdade de direitos entre os sexos e raças, bem como o direito das mulheres ao trabalho. E isto também não foi obra do Fidel.
* O movimento feminista na América Latina apareceu pela primeira vez no final dos anos trinta em Cuba. Ela se antecipou à Espanha em 36 anos, que só veio a conceder às mulheres espanholas o direito de voto, a posse de seus filhos, bem como poder tirar passaporte ou ter o direito de abrir uma conta bancária sem autorização do marido, depois de 1976.
* Em 1942, um cubano tornou-se o primeiro director musical
latino-americano duma produção cinematográfica mundial e também o primeiro a receber indicação para o Oscar. Seu nome: Ernesto Lecuona.
* O segundo país do mundo a emitir uma transmissão pela TV foi Cuba em 1950. As maiores estrelas de toda a América foram para Havana para actuarem nos seus canais de televisão.
* O primeiro hotel a ter ar condicionado em todo o mundo foi
construído em Havana: o Hotel Riviera em 1951.
* O primeiro prédio construído em betão armado em todo o mundo ficava em Havana: O Focsa, em 1952.
* Em 1954, Cuba tinha uma cabeça de gado por habitante. O país ocupava a terceira posição na América Latina (depois de Argentina e Uruguai) no consumo de carne per capita.
* Em 1955, Cuba é o segundo país na América Latina com a menor taxa de mortalidade infantil (33,4 por mil nascimentos).
* Em 1956, a ONU reconheceu Cuba como o segundo país na América Latina com as menores taxas de analfabetismo (apenas 23,6%). As taxas do Haiti eram de 90% e as da Espanha, El Salvador, Bolívia, Venezuela, Brasil, Peru, Guatemala e República Dominicana eram de 50%.
* Em 1957, a ONU reconheceu Cuba como o melhor país da América Latina em número de médicos por habitantes (1 por 957 habitantes), com a maior percentagem de casas com energia eléctrica, depois do Uruguai, e com o maior número de calorias (2870) ingeridas per capita. E isto não foi obra do Fidel tampouco!
* Em 1958, Cuba é o segundo país do mundo a emitir a cores uma transmissão de televisão.
* Em 1958, Cuba era o país da América Latina com maior número de automóveis (160.000, um para cada 38 habitantes). Era o país com mais eletrodomésticos por 1000 habitantes e o país com o maior número de quilómetros de ferrovias por km2 e o segundo no número total de aparelhos de rádio.
* Ao longo dos anos cinquenta, Cuba detinha o segundo e terceiro lugar em internamentos hospitalares per capita na América Latina, à frente da Itália e com mais que o dobro que a Espanha.
* Em 1958, apesar da sua pequena extensão e possuindo apenas 6,5 milhões de habitantes, Cuba era a 29ª economia do mundo.
* Em 1959, Havana era a cidade do mundo com o maior número de salas de cinema (358) batendo Nova Iorque e Paris, segundo e terceiro lugares, respectivamente.

E o que foi que aconteceu depois de 1959?

Veio a Revolução… e nunca mais por lá se “pregou um prego”!

 

Social:

Sobre António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa
Esta entrada foi publicada em Arte, Cultura, Educação, Política, Religião. ligação permanente.

4 respostas a IDEIAS FORTES PARA TEMPOS FORTES

  1. Mauro Moura diz:

    Faltou um pequeno detalhe a respeito de Cuba nos tempos da ditadura de Fulgêncio Baptista:
    -aquilo lá era um imenso casino recheado de prostitutas, cafetões e traficantes a atender os gringos da América do Norte.
    Mauro Moura
    Diálogos Lusófonos

  2. De facto “não há bela sem senão” nem luz sem sombra, ensina-nos a nossa velha sabedoria popular!

  3. Mauro Moura diz:

    O mais curioso é que Fidel só chegou ao poder devido ao apoio dos norte-americanos (armas e municões, treinamentos) , que na altura não queriam ver um ditador sanguinário tão próximo de sí (Fulgêncio).

  4. Os USA têm andado a correr atrás da História e indirectamente a servir o que combatem: o materialismo marxista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *