Boas Férias + Anedotas

Querida, querido visitante,

A partir de hoje encontro-me de férias na Quinta Outeiro da Luz, Branca, até ao dia 15 de Agosto.

Desejo-lhe tudo o que há de bom para si e para os eus queridos!

Deixo em comentário anedotas que coleccionei.

Obrigado pela vossa visita.

Atenciosamente
António Justo

Social:

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

9 comentários em “Boas Férias + Anedotas”

  1. Advogados

    Dois ucranianos caminhavam pelo passeio da Avenida da Liberdade, no regresso de um dia inteiro de trabalho, quando um Advogado, que vinha a toda velocidade no seu carro importado, atropela os dois. Um deles atravessou o pára-brisas e ficou dentro do carro do Advogado, enquanto o outro voou para bem longe, a uns dez metros do local do atropelamento. Três meses depois, eles saíram do Hospital e, para surpresa geral, foram direitinhos para a cadeia.
    Um por invasão de propriedade e o outro por ter fugido do local do acidente.
    ———————————————————————
    Aluno de Direito durante uma prova oral.
    – O que é uma fraude?
    – É o que o senhor professor está a fazer – responde o aluno.
    O professor fica indignado:
    – Ora essa! Explique-se.
    – Então – diz o aluno -, segundo o Código Penal, "comete fraude todo aquele que se aproveita da ignorância do outro para o prejudicar".
    ———————————————————————-
    Um indivíduo aproxima-se de um dos advogados mais caros de Lisboa, à entrada do Tribunal da Boa-Hora e diz:
    -Eu sei que o senhor é um advogado caro, mas por 1.000 Euros posso-lhe fazer duas perguntas? O advogado responde:
    -Claro, qual é a segunda?
    ———————————————————————-
    Um casal jovem e apaixonado morre num acidente na véspera do casamento. Chegados ao Paraíso, pedem ao Criador para que eles se casem lá mesmo. O Senhor responde:
    "Esperem 5 anos, e se vocês ainda quiserem se casar, tudo se vai arranjar ".
    Cinco anos se passam, e o casal continua com a firme intenção de casar. Eles vão outra vez à presença do Senhor e repetem o pedido. O Senhor mais uma vez responde:
    "Infelizmente, vocês vão ter que esperar mais cinco anos".
    Passados mais cinco anos, finalmente a resposta esperada: "Ok, vocês já podem casar".
    Poucos meses depois, o casal já quer se divorciar. Vão novamente à presença do Senhor, que ouve o pedido. Então ele, irado, responde:
    "Olhem, levei dez anos para conseguir encontrar um padre aqui no Paraíso. Agora imaginem o tempo que vou levar para arranjar um advogado?
    ——————————————————–
    Sabem qual a diferença entre Juízes de primeira instância e os desegunda?
    Os primeiros pensam que são Deus…
    Os outros já têm certeza!
    ———————————————————
    Sabem qual é a diferença entre o Bom Advogado e o Melhor Advogado?
    – O Bom Advogado conhece a Lei…
    – O Melhor conhece o Juiz…
    Encontram-se dois alentejanos
    Pergunta um deles: „atão, compadri, já conseguiste a carta de condução?”
    Responde o outro: “nam, chumbê”.
    Pergunta o primeiro: “como é que foi isso?”
    Resposta: “ora, cheguê a uma rotunda onde tava um sinal a dizer 30!”
    “E atão?”
    “Dê 30 voltas à rotunda”.
    “E depois?”
    “Chumbê”.
    Diz o primeiro: “atã, contaste mal?”

  2. DE SÚBITO, ELA DESPIU O SEU BELO CORPO DE VIRGEM E PEDIU: FAZ-ME SENTIR MULHER !
    ELE SORRIU , DESPIU-SE, ATIROU A ROUPA PARA CIMA DELA E DISSE : TOMA ! VAI LAVAR !
    UM BORDEL DE LISBOA

    Um jornalista do ‘Correio da Manhã’ descobre que existe um bordel em Lisboa frequentado por políticos e decide investigar.
    Fala com a Patroa-Meretriz e pergunta:
    – Soares vinha aqui ?
    – Sim, claro ! Dava gosto, um cavalheiro. As melhores meninas, o melhor champanhe, as melhores gorjetas. Cada vez que vinha, era uma festa.
    – Santana vem ?
    – Sim ! Mas não é a mesma coisa. Pede sempre desconto, nunca pede champanhe, nunca está de acordo com a conta, queixa-se sempre e ainda por cima nos ameaça com o SEF.
    – O Paulo Portas, também vem?
    – Sim, mas esse não procura meninas, mas sim… meninos.
    – E o Sócrates ?…
    – Também vem, mas esse fica só um pouquinho. Entra discretamente, dá um beijo na mãe e sai
    Caracol ou caracola?
    Joãozinho para a professora:
    – Oh stora, tenho na minha mesa um caracol em cima duma caracola!
    – Oh Joãozinho, não se diz caracol em cima duma caracola! Diz-se caracol em cima de caracol.
    E o Joãozinho, pumba! Com uma reguada esmaga os caracóis.
    A professora, indignada:
    – Joãozinho, isso não se faz!
    Responde o Joãozinho:
    – Nah nah nah! Na minha mesa não quero paneleirices!
    *
    TESTE
    1.O telefone está a tocar.
    2. O bebé está a chorar.
    3. Alguém bate à porta.
    4. Há roupa lavada pendurada no estendal do quintal e começou a chover.
    5. A torneira da cozinha está aberta a deitar água.

    Por que ordem resolveste os problemas?
    Anota a ordem e vê em baixo como tomaste a decisão.
    Cada situação representa algo na tua vida!

  3. Será que o seu pé direito é inteligente?
    O que se segue é tão engraçado que desafia qualquer compreensão lógica.
    Aposto que irá tentar pelo menos cinquenta vezes para ver se consegue contrariar o seu pé.

    Mas sem sucesso!!! Experimente.

    1. Então é assim: está sentado na sua cadeira junto a secretária. De seguida, levante o seu pé direito do chão. Uma vez o pé no ar, faça círculos com o mesmo, no sentido dos ponteiros de um relógio.
    2. Ao mesmo tempo, desenhe com a sua mão direita o número 6 no ar. O seu pé muda de direcção!!
    3. Como já lhe tinha dito, não há nada que se possa fazer!!

  4. O nosso cérebro é doido … !!!

    De aorcdo com uma peqsiusa de uma uinrvesriddae ignlsea, não ipomtra em qaul odrem as Lteras de uma plravaa etãso, a úncia csioa iprotmatne é que a piremria e útmlia Lteras etejasm no lgaur crteo. O rseto pdoe ser uma bçguana ttaol, que vcoê anida pdoe ler sem pobrlmea.
    Itso é poqrue nós não lmeos cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo.

    Fixe seus olhos no texto abaixo e deixe que a sua mente leia correctamente o que está escrito.

    35T3 P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R COMO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANT35! R3P4R3 N155O! NO COM3ÇO 35T4V4 M310 COMPL1C4DO, M45 N3ST4 L1NH4 4 SU4 M3NT3 V41 D3C1FR4NDO O CÓD1GO QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M PR3C1S4R P3N54R MU1TO, C3RTO? POD3 F1C4R B3M ORGULHO5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3! P4R4BÉN5!

  5. 20 palavras com a letra "C"

    Em Havana, Cuba, vai um miúdo pela estrada e cruza-se com Fidel Castro.

    Este, ao ver que o miúdo o ignora, pergunta-lhe:

    – Oye, niño, sabes tú quién soy yo?

    – No señor, no se quién es usted, ni me interesa.

    Fidel, muito chateado, diz-lhe:

    – Como castigo por no conocer al comandante Castro, ahora mismo tienes
    que decirme 20 palabras que comiencen con la letra 'C' para que nunca
    más en tu vida se te olvide que mi apellido es Castro, con la letra
    'C'.

    E o miúdo diz:

    – Compañero Comandante Castro, cómo y cuando, carajo, comeremos carne
    con cerveza Corona como comen los camaradas comilones del Comité
    Central Comunista Cubano…?

    Fidel ficou de boca aberta e, após um momento, disse:

    – Falta una!

    E o miudo concluiu:

    – Cabrón!

  6. A professora pergunta aos seus alunos :
    – Se existem 5 passarinhos num ramo e vocês atirarem e matarem um, quantos sobram ?
    – Nenhum – responde o Joãozinho.
    A professora fica surpresa com a resposta :
    – Nenhum ?
    – Claro… com o barulho do tiro todos levantam voo !
    – Bem, não era essa a resposta que eu esperava, mas gosto da tua maneira de pensar !
    – E agora, posso fazer-lhe eu uma pergunta ? – Pediu Joãozinho.
    – Pode, Joãozinho.
    – Estão 3 mulheres sentadas num banco a comer sorvete. Uma está lambendo, outra está chupando e a terceira está mordendo. Qual delas é a casada?
    A professora fica vermelha, mas responde, timidamente :
    – A que está chupando?
    – Não, a casada é a que tem a aliança no dedo, mas eu também gosto da sua maneira de pensar …

    Na escola, a professora falava dos animais :
    – Para que serve a ovelha, Mariazinha ?
    – Para nos dar a lã, professora …
    – E para que serve a galinha, Manelzinho ?
    – Para nos dar os ovos …
    – E para que serve a vaca, Joãozinho ?
    – Para nos passar os trabalhos para casa ..

    Ao entrar na sala de aula, a professora vê um pénis desenhado no quadro.
    Sem perder a compostura, apaga rapidamente o desenho e começa a aula.
    No dia seguinte, o mesmo desenho, só que ainda maior.
    Ela torna a apagá-lo e não faz nenhum comentário.
    No terceiro dia, o desenho já ocupa quase o quadro inteiro;
    Por baixo ela lê a seguinte frase :
    'Quanto mais esfregar, mais ele cresce !'

    Como trabalho de casa a professora pede para os alunos fazerem uma rima.
    No dia seguinte ..
    – Diga a sua rima, Joãozinho ?
    – Lá vem o canguru com uma flor no cu.
    Indignada, a professora manda-o refazer a rima. No fim da aula ..
    – Joãozinho, diga novamente a sua rima
    – Lá vem o canguru com uma flor na bochecha, porque no cu a professora não deixa.

    A professora pergunta ao Joãozinho :
    – Quantos tomates pode o mesmo tomateiro dar ?
    – Não sei, professora …
    E com ironia ela diz :
    – Hoje apanhei-te, espertinho !
    Então o Joãozinho também faz uma pergunta :
    – Professora, quantas tetas tem uma porca ?
    – Não sei, Joãozinho ..
    – Está a ver, a senhora apanhou-me pelos tomates, eu apanho-a pelas tetas!!!

    A professora pergunta ao Joãozinho :
    – Joãozinho, qual é o tempo verbal da frase :
    ' Isso não podia ter acontecido' ?
    – Preservativo imperfeito, professora !

    Ao entrar na sala de aulas, a professora escorrega e dá um grande trambolhão. Na queda, saia sobe-lhe até à cabeça.
    Levanta-se imediatamente, toda irritada, ajeita-se, e pergunta aos alunos :
    – Luisinho, o que é que você viu ?
    – Vi os seus joelhos, professora.
    – Um dia de suspensão ! E você, Carlinhos ?
    – Vi as suas coxas, professora.
    – Um mês de suspensão. E você, Joãozinho ?
    O Joãozinho pega nos cadernos e dirige-se para a porta de saída da aula :
    – Bom, pessoal… até para o ano que vem ..

  7. A professora pergunta aos seus alunos :
    – Se existem 5 passarinhos num ramo e vocês atirarem e matarem um, quantos sobram ?
    – Nenhum – responde o Joãozinho.
    A professora fica surpresa com a resposta :
    – Nenhum ?
    – Claro… com o barulho do tiro todos levantam voo !
    – Bem, não era essa a resposta que eu esperava, mas gosto da tua maneira de pensar !
    – E agora, posso fazer-lhe eu uma pergunta ? – Pediu Joãozinho.
    – Pode, Joãozinho.
    – Estão 3 mulheres sentadas num banco a comer sorvete. Uma está lambendo, outra está chupando e a terceira está mordendo. Qual delas é a casada?
    A professora fica vermelha, mas responde, timidamente :
    – A que está chupando?
    – Não, a casada é a que tem a aliança no dedo, mas eu também gosto da sua maneira de pensar …

    Na escola, a professora falava dos animais :
    – Para que serve a ovelha, Mariazinha ?
    – Para nos dar a lã, professora …
    – E para que serve a galinha, Manelzinho ?
    – Para nos dar os ovos …
    – E para que serve a vaca, Joãozinho ?
    – Para nos passar os trabalhos para casa ..

    Ao entrar na sala de aula, a professora vê um pénis desenhado no quadro.
    Sem perder a compostura, apaga rapidamente o desenho e começa a aula.
    No dia seguinte, o mesmo desenho, só que ainda maior.
    Ela torna a apagá-lo e não faz nenhum comentário.
    No terceiro dia, o desenho já ocupa quase o quadro inteiro;
    Por baixo ela lê a seguinte frase :
    'Quanto mais esfregar, mais ele cresce !'

    Como trabalho de casa a professora pede para os alunos fazerem uma rima.
    No dia seguinte ..
    – Diga a sua rima, Joãozinho ?
    – Lá vem o canguru com uma flor no cu.
    Indignada, a professora manda-o refazer a rima. No fim da aula ..
    – Joãozinho, diga novamente a sua rima
    – Lá vem o canguru com uma flor na bochecha, porque no cu a professora não deixa.

    A professora pergunta ao Joãozinho :
    – Quantos tomates pode o mesmo tomateiro dar ?
    – Não sei, professora …
    E com ironia ela diz :
    – Hoje apanhei-te, espertinho !
    Então o Joãozinho também faz uma pergunta :
    – Professora, quantas tetas tem uma porca ?
    – Não sei, Joãozinho ..
    – Está a ver, a senhora apanhou-me pelos tomates, eu apanho-a pelas tetas!!!

  8. PENSAMENTO DO SÉCULO
    O primeiro protector de testículos, na prática do hóquei, foi criado em 1874.
    O primeiro capacete para protecção da cabeça foi usado em 1974.
    Foi necessário um século para que os homens percebessem que o cérebro também é importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *