ATITUDES NA VIDA

No passeio que dei esta tarde no parque, observei uma atitude fora do vulgar.
Uma menina que saltitava à frente de seu pai, escorregou e caiu!
Desenvolta levantou-se e limpou-se, como se nada fosse, da lama que o caminho lhe oferecia.
Depois, o pai, com postura natural, limpou-a de alguma lama que o kispo ainda tinha mais acima!
Isto fez-me lembrar outras crianças que, quando caem, o primeiro que fazem é ligar a sirene e ficar-se no chão à espera de alguém que as levante.
A mimalhice não ajuda na vida, corre o perigo de nos tornar dependentes e irrealistas nas escolhas a tomar na vida!
Enfim, atitudes na vida!
António CD Justo
Pegadas do Tempo
Social:
Pin Share

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.