IMIGRANTES ABUSADOS PARA FINS DE CAMPANHA ELEITORAL

Figurinos reduzidos ao Papel dos 40 Ladrões

António Justo

A casta governante leva o país à ruina económica e à depravação moral. Vale tudo! Vale a mentira da cabeça até aos pés.


Imigrantes a residir na zona de Lisboa, em situação precária, são usados para encher e enfeitar praças de comícios políticos. Abusa-se da necessidade de pessoas, que nas suas terras tinham o sentido da honra agora derramada pelas praças da campanha.

Imigrantes que vivem em Lisboa, provenientes da Índia, Paquistão, China, Moçambique, Guiné, Cabo-verde, partem de Lisboa em autocarros para apoiarem Sócrates. No tempo de Salazar também se fazia isso com portugueses da província. Hoje, que o povo se julga mais civilizado, tal prática talvez seja reservada ao capítulo de política de integração!…

O “Correio da Manhã” noticia (23.05.2011): “Seguem José Sócrates para todo o lado, de norte a sul do País, em autocarros pagos pelo PS. Depois são usados para compor os comícios, agitar bandeiras, e puxar pelo partido, apesar de muitos deles não perceberem uma palavra de português e não poderem votar. Em troca têm refeições grátis“. Um pedinte da União Europeia adorna-se com plumas de imigrantes à rasca.

Aos imigrantes vale a boa recordação dum pouco de turismo feito pelas belas terras de Portugal. Este é, talvez, o melhor efeito colateral da campanha! Nela o tema emigrantes e imigrantes é tabu!


Pessoas cínicas percorrem o país, reduzindo a política a uma pantomima que faz lembrar Ali Babá/ Cassim e os quarenta ladrões. Rodeiam-se de gente humilde para com ela encontrar a chave do poder: a palavrinha mágica “Abre-te Sésamo” que dá acesso à gruta (Estado) onde se encontra toda a espécie de tesouros.


Ali Babá, cínico,  já esbanjou os tesouros da gruta portuguesa e pretende, agora, numa segunda arremetida, com os seus “irmãos Cassins” fazer um funeral honroso ao partido e à nação.


O Tesouro da nação continuará reservado aos Ali Babás, aos Cassins e consortes, os possuidores das palavras mágicas “Abre-te Sésamo „e “fecha-te Sésamo”. Ao povo fica-lhes reservado o destino dos quarenta ladrões.

As campanhas querem sugerir uma imagem intercultural do partido que entope o país com pobres cada vez mais pobres e ricos cada vez mais ricos. Manifestantes sem direito a voto enfeitam os comícios de um PS sem rosto que nem cara tem para ter vergonha. O melhor coveiro do socialismo é Sócrates e o partido não nota!


Talvez conte com a amnésia crónica do povo e veja uma saída na mentalidade: “Ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão”. Sócrates dá os pontos e o povo aperta os nós! O sol do poder não deixa sombras; o seu brilho deslumbra não deixando lugar para a sombra do ridículo!


“Vós tendes feito de minha casa um covil de ladrões”, dizia o Mestre aos que se aproveitavam para fazer de tudo um lugar de negócio!


António da Cunha Duarte Justo

antoniocunhajusto@googlemail.com

Social:

Esta entrada foi publicada em Educação, Política. ligação permanente.

3 respostas a IMIGRANTES ABUSADOS PARA FINS DE CAMPANHA ELEITORAL

  1. Ocorrências:
    “Campanha: Mais de 200 militantes do PS vão ao Sea Life
    PS dá bilhetes para oceanário a quem for a comício.
    O PS está a oferecer aos militantes e apoiantes de Penafiel uma visita ao oceanário Sea Life do Porto, no domingo, como contrapartida da presença no comício com José Sócrates, no mesmo dia à tarde. Mais de 200 pessoas já reservaram lugar num dos vários autocarros que fazem a viagem até ao Porto, que também é oferecida pelo PS.”

  2. Jose Rebolho diz:

    Tive o prazer de ler o seu artigo sobre a humilhação a que são submetidos os emigrantes que acompanham o nosso PM por esse país fora, a troco de um passeio de autocarro e de uma refeição singela! São vergonhosos os métodos da nossa “nata” política para alcançarem o acesso aos “tesouros” do poder!
    Estive agora a ouvir o nosso PM proferindo estas palavras (que devem estar a queimar tal o grau de ironia, mentira e escárnio) “Quero agradecer aos socialistas pela nobre campanha que estão a fazer, pela forma como se têem comportado (…)”! Posto isto, nada importa ao sr socrates, nada importa e tudo nega, disparando culpas para todas as frentes. Será que, todos os escândalos em torno dos emigrantes que aconteceram esta semana, será que a liberdade de expressão usurpada a todos os que se manifestam contra o PM e são agredidos, são factos que não aconteceram, são factos que “honram” a campanha socialista?!!! Mas lá estam os “fieis” seguidores a aplaudir e a negar o Judas Escariote que idolatram!!! É este o estado da nação…
    Um resto de bom domingo.

    P.S. – No próximo domingo vamos ter outro facto para analisar, as sondagens, ou melhor a viciação a que são submetidas…

  3. Prezado José Rebolho,
    obrigado pelo seu depoimento.
    O facto do senhor Sócrates se permitir tal revela bem o estado em que se encontra o PS. O problema é que Portugal não pode prescindir do PS e este não está à altura de Portugal. Revela-se apenas como partido das modas longe do povo e da nação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *