NOTÍCIAS PARA LEITORES COM PRESSA – ESCRAVIZAÇÃO DE MULHERES POR UM MAÇO DE CIGARROS – Parabéns à Turquia etc.

Por António Justo

ESCRAVIZAÇÃO DE MULHERES POR UM MAÇO DE CIGARROS

Segundo informações da enviada da ONU, Sainab Bangura, os jiahdistas do “Estado Islâmico” vendem mulheres e meninas” pelo preço de um maço de cigarros”. A escravização de mulheres em massa é um factor decisivo para o recrutamento de combatentes estrangeiros.

PARABÉNS À TURQUIA

Os resultados das votações na Turquia depois de terem sido contados quase todos os votos revelam a perda da maioria absoluta do presidente islamita Erdogan (AKP) que esperava atingir 330 deputados e conseguiu apenas 41%/259 deputados, (para atingir a maioria absoluta seriam necessárias 276 assentos) revelam. Em segundo lugar ficou a esquerda CHP com 25,2″%/131 deputados; a ultra-direita MHP atingiu 16,9%/84 deputados; a HDP pró-curda alcançou cerca de 13% (79 deputados).
O sistema eleitoral turco não permite grande variedade de partidos no ciclo parlamentar, pois para um partido ter assento no Parlamento tem de superar os 10% dos votantes. A oposição conseguiu 291 deputados.
Erdogan queria mudar a Constituição para consolidar os seus poderes presidenciais à maneira de “sultão”. Para tal precisaria de 330 deputados. 56,6 milhões de turcos estavam chamados a votar. A participação nas eleições foi de 85,4%. Da Alemanha houve 480.000 turcos que votaram.
Tudo isto revela que o povo turco é distinto e mais democrata do que queriam fazer dele. Felizmente a Turquia está mais moderna que a maioria dos seus chefes.

PRISÕES NO ESTADO DO HESSE NA ALEMANHA

O Estado do Hesse tem 21 114,9 Kms quadrados e 6 045.000 habitantes. De momento encontram-se detidos um total de 4.500 prisioneiros. Destes 8% são mulheres.
Ultimamente tem-se assistido a uma diminuição de prisioneiros. Em Kassel há uma prisão com três prisioneiras e 18 funcionário do Estado que se revezam em três turnos. Um escândalo por tanto desperdício por falta de quórum.
Segundo o Ministério do Interior, a causa da diminuição deve-se à mudança demográfica que cada vez produz mais idosos e pessoas idosas não cometem tantas infracções à lei. Uma outra causa apresentada para a calmaria nas prisões é a boa situação económica do país!

G7 COM RESULTADOS PROMETEDORES

A G7 mostra a o cunho de Merkel que se empenha por palavras e obras na defesa da energia limpa. Na cimeira foi decidido durante o séc. XXI organizar a economia de tal modo que deixe de usar se energias fósseis. Até 2050 a redução do carvão e do petróleo deve ser de 40 a 70%. Propõem-se que o aquecimento da Terra não supere os dois graus em relação ao período anterior à industrialização. Até 2030 propõem-se tirar 500 milhões de pessoas da fome e da subnutrição. Greenpeace louvou os resultados da Cimeira.

REFUGIADOS: CARTA DE CONDUÇÃO POSSÍVEL SEM DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

Um candidato a asilo na Alemanha, proveniente do Afeganistão (2009), não tinha cartão do cidadão nem outros documentos que o identificassem mas queria tirar a carta de condução na Alemanha mas as autoridades distritais de Main-Kinziga negaram-lhe o direito pelo facto de não possuir nenhuns documentos afegãos que o identifiquem ou refiram o lugar e data de nascimento; o Tribunal Administrativo considera a exigência dos documentos como não necessária porque o Registo Federal Central para Refugiados e a carta de Condução tornam possível a pessoa identificável. Assim o afegão recebeu luz verde para tirar a carta de condução.

António da Cunha Duarte Justo
Jornalista
www.antonio-justo.eu

Social:
Pin Share

Social:

Publicado por

António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa

2 comentários em “NOTÍCIAS PARA LEITORES COM PRESSA – ESCRAVIZAÇÃO DE MULHERES POR UM MAÇO DE CIGARROS – Parabéns à Turquia etc.”

  1. Meu caro Justo!
    Obrigado por esta mensagem.
    Como sabes, eu gosto de ler os teus artigos por compreender a tua posição/preocupação com a actualidade.
    No que toca à Turquia, é pena que a maioria dos turcos não tenha acesso à informação real do que se passa ou vai passando no Mundo, por falta de conhecimentos linguísticos (refiro-me à imensidão – milhões de habitantes da Anatólia, por exemplo, onde o analfabetismo ainda domina).
    Na minha cidade de Lübeck, onde existe uma enorme comunidade turca, verifico o antagonismo entre os “iluminados” (especialmente oriundos de Istanbul e Izmir) e o povo “atrasado”, analfabeto, vindo da Anatólia. Uns falam alemão fluentemente – mesmo os seus imans, as mulheres andam sem véus; os outros mesmo velhos que depois de 20 – 30 anos neste país nada sabem da língua do país onde têm vivido, para além de duas ou três palavras ou pequenas frases coloquais do dia-a-dia. As mulheres deles, mesmo as dos mais jovens, andam de véu inteiro e de saia até aos pés, cheias de roupa, para lhes tapar a figura física.
    Aqui, os muçulmanos têm três mesquitas. Uma, a dos “iluminados” é aberta a toda a gente que a queira visitar, independentemente da crença ou não crença que tiverem. Temos apenas de respeitar os princípios de descalçar os sapatos antes de lá entrarmos e irmos lá para trás, quando é momento de oração. Podemos estar de pé ou sentados, enquanto eles se dobram e vão com a cabeça ao chão. Já lá estive com a Angelika duas vezes e serviram-nos sempre chá e umas coisinhas para comer. Numa das outra duas, dos “atrasados”, não deixam entrar quem não seja muçulmano. Na terceira que eu referi não me interessei ainda por lá ir. Sei que é frequentada por muitos crentes de outras origens que não apenas turcos. De resto, aqui em Lübeck, há também uma comunidade curda muito grande. Muitos vão às referidas mesquitas, mas sei que também têm locais de encontro à parte, sem ser nas mesquitas.
    É a actualidade do mundo em que vivemos. Se os turcos – e não só – tiverem acesso (compreendendo!) o mundo actual (não o da Idade Média em que continuam a viver intelectualmente), então o Erdogan e o seu partido perderão muitos mais votos.

    Um grande abraço

    JAFC

  2. Caríssimo amigo,
    Muito obrigado pelas tuas informações que provêm da tua longa experiência in loco e que torna mais visível e diferenciada a situação e presença turca na Alemanha.
    O assunto do diálogo intercultural e inter-religioso e de tudo o que é humano interessa-me, levando-me a uma constante ocupação com as realidades que vão aparecendo.
    Na próxima semana postarei um artigo que enviarei para a imprensa que penso ajudará a compreender a razão do Islão ter ficado intelectualmente na Idade Média.
    Sempre a considerar-te, um grande abraço
    António Justo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *