A GERINGONÇA QUER MUITO MAIS IMIGRANTES PARA PORTUGAL

Segundo o Primeiro Ministro português, o Governo quer atrair a Portugal 75 mil imigrantes por ano. Dá nas vistas o facto de também o Presidente da República se empenhar na campanha de Portugal aceitar mais refugiados.

Não estará a Geringonça a preparar o caminho para poder agradar a Ângela Merkel (hoje e na próxima semana em Bruxelas), apoiando-a na intenção de distribuir os muçulmanos pela Europa?

Em nome de uma solidariedade e de um humanismo bem distribuídos, a Alemanha dá refugiados a Portugal e recebe de Portugal cidadãos portugueses. Em 2017 procuraram a Alemanha 17.750 cidadãos portugueses enquanto em 2016 tinham sido 8.810, como relata o JN.

De facto, o compromisso que Merkel pretende, a nível de EU é que os países membros aceitem além das quotas de refugiados, o direito de o país vizinho os poder reenviar para trás (para o país de registo) no caso de se terem registado antes num outro país. Os países do Norte deparam-se com o problema de refugiados que entram em países da EU mais pobres pretenderem seguir viagem para os países mais ricos. As novas conversações em via pretendem o poder de reenvio o que implica o fortalecimento de controlo nas fronteiras.

Até agora havia refugiados em Portugal que depois saíam porque, tal como os emigrantes, preferiam ir para os países mais ricos onde a assistência social é mais humana.

O facto de António Costa ter revelado a necessidade de tantos imigrantes precisamente nesta altura (cimeiras a nível de EU) traz água no bico!

O facto de António Costa ter revelado a necessidade de tantos imigrantes precisamente nesta altura (cimeiras a nível de EU) traz água no bico!

António da Cunha Duarte Justo

Pegadas do Tempo

Social:

Sobre António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa
Esta entrada foi publicada em Migração, Política. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *