EM QUE MENTIRA ACREDITAR?

Por uma Paz de Terceira classe para a Síria já que outra é impossível

Por António Justo

No jogo de interesses de conflitos internacionais e nacionais e na consequente expressão mediática, a formação de uma opinião pública objectiva em questões complexas, torna-se irrelevante. Mais que a realidade factual ou apresentada como tal, interessa a discussão opiniosa coxa do “a favor” ou do “contra”, dando-se prevalência à emoção, sem interesse pela fundamentação do discutido. Assim passa-se a ter a verdade/mentira de Washington, a verdade/mentira de Moscovo, a verdade/mentira de Londres Paris, a verdade mentirosa da esquerda e da direita.  Passamos a ter perspectivas dos factos sem chegarmos ao conhecimento de uma realidade factual; mas, o que se torna estranho é que cada parte se satisfaz e vive da convicção emocional de possuir a verdade toda. Poderíamos chamar a este fenómeno, a realidade da opinião certa num Estado de verdade democrática. Este tipo de opinião é fraco, porque prescinde de argumentação e provas para se satisfazer com imagens, que pelo seu caracter visual real, dão a impressão de serem verdade, porque ordenadas num certo contexto.

No caso da Síria, terão sido usados gases venenosos: pelos rebeldes ou pelos do regime de Assad? A força da verdade-mentira dependerá dos interesses mais fortes e do lado geográfico em que se encontra o opinante, até que de indícios de culpabilidade se tornem provas. Neste caso será conveniente para as partes nunca se vir a ter a certeza; a dúvida ajuda os mais espertos.

Um acusado, num estado de direito, deve ser considerado inocente até que seja provada a acusação feita. Só depois vem o castigo. O Ministério Público (o queixoso) tem de provar a culpa do acusado. No caso da Síria optou-se pelo ataque e só depois deve vir a hora da diplomacia!

Na Síria não se esperou pelo resultado dos inspectores das NU. Primeiro veio o bombardeio e depois segue-se a inspecção. Torna-se enganador o facto de os acusadores exigirem da Síria que contribua para o esclarecimento.

A imprensa mais séria não fala do ataque de gás venenoso, fala sim do “suposto ataque de gás venenoso”.

A paz mundial é posta em causa com base em suposições, em vez de se investigarem os casos cabalmente; em guerra, os partidos conflituosos estão interessados em criar impressões que os beneficiem. O ministro de defesa dos USA dizia, há pouco, que crê num ataque de gás venenoso, mas não há nenhuma prova. O povo deixa-se levar por conjecturas e a política não tem sentido de responsabilidade política para com os cidadãos.

Duma é uma fortaleza do fundamentalismo islâmico que é confundido com rebeldes; a reconquista do Leste de Ghuta, tal como de Monsul e Alepo foram festejadas pela população como libertação.

Uma política bem-intencionada e realista pressuporia uma solução conjunta em que a EU, os EUA, a Rússia e Assad colaborassem à mesma mesa para se possibilitar uma paz que não seria possível no apoio aos rebeldes. Nesse sentido seria preciso mais política real e menos ideologia. A paz total é impossível devido aos interesses rivais também dos grupos muçulmanos no país e da luta dos sunitas e dos xiitas pela hegemonia na região.

Será preciso apostar numa paz de terceira classe já que o óptimo é inimigo do bom. Porque não deixar Assad no poder com o povo que o apoia e possibilitar mais bem-estar para a Síria, embora com alguns sobressaltos para os rebeldes em vez de fomentar a guerra civil, de fora.

Doutro modo só nos resta continuar a dançar entre a verdade da mentira e a mentira da verdade!

António da Cunha Duarte Justo

Pegadas do Tempo

 

Social:

Sobre António da Cunha Duarte Justo

Actividades jornalísticas em foque: análise social, ética, política e religiosa
Esta entrada foi publicada em Cultura, Economia, Educação, Migração, Política, Religião. ligação permanente.

7 respostas a EM QUE MENTIRA ACREDITAR?

  1. Pingback: Em que mentira acreditar?|Blogue do "Povo de Portugal"

  2. Lori K. Nicholson diz:

    The ‘American’ main stream media no one believes! Rating have plummeted on all main stream ect. CNN is taking an ‘ass-kicking’ from INFO WARS and we get our info from WIKILEAKS and ANONS all over the world posting with picss! The monarchies live rich and lush lives on the stolen wealth of the people! And so does rome! Who is now praying to lucifer! So the question should be at this point, do you stand with The Most High or do you stand with the most low…lucifer? At this point, nothing else matters! Let the chips fall where they may!
    Lori K. Nicholson
    FB

  3. Before we fed the monarchs, today we feed the presidents of the republics. Where will the difference be ?!”We pay more today because there are too many presidencies and retired presidents need food to keep their mouths shut.The biggest difference is in the opinions!

    Antes alimentamos os monarcas, hoje alimentamos os presidentes das repúblicas. Onde estará a diferença?! – Hoje pagamos mais porque são muitas presidências e os presidentes reformados precisam de alimentos para manterem a boca calada. A maior difernça está nas opiniões!

  4. Lori K. Nicholson diz:

    50% of America’s wealth goes to Monarchy! The U.S. Post owned by monarchy!? When you loose a war you loose all assetts. The Queen never lost hers? Virginia Co ect ect ect. I think WE SEE THE SHELL GAME NOW! The whole world has gotten up! The ‘bought and paid for’ politicians, media, ect. The war game to wipe out the middle east! We are and have been made ”living sacrifices” to a maniacle demonic satan worshipping cult that has infiltrated all levels like a PARASIDIC GLOBAL OUTBREAK! Executive Orders for these ”freaks of DNA combinations”, the heartless and maniacle, its GITMO before they go to THE GALLOWS!

  5. Europe will pay dearly for the war and guerrillas it supports in northern Africa by hosting so many Muslims in Europe who perceive power more than the West.

    A Europa irá pagar cara a guerra e guerrilhas que apoia no norte de áfrica, ao receber tantos muçulmanos na Europa que percebem mais de poder do que o Ocidente.

  6. Lori K. Nicholson diz:

    António Cunha Duarte Justo What about the rest of the world. We are done with ”the shell games” of all. #BREXIT and the so called “Hard Split” negotiations effect all COMMONWEALTH. So do they’re maniacle ”black ops” with arms like an octupus. The wiping out the middle east based soley upon U.S. lies and $$$ propaganda, with ‘sacrifice games’ of who can kill as many as they can and get away with it!? “spirit cookers!”?! Its not just Africa! But LOOK WHAT THEY HAVE DONE! And continue to do! #RAWANDA, Islamic invasion and violence! People burned alive! Killed, raped maimed! Funny you dont hear much from Monarchy’s! Just arrogance as to ”who’s rightfully who”? With high investmenst into wholesale destruction of other peoples water, food lands, and genocide!? Depopulation is the biggest game running! And one cannot separate the monarchy from the politician! Its a chess game only if you choose to play! Bible Codes —>”END OF GRACE!” , “THE SONS OF LIGHT ARE HERE!” Funny? We’re hearing explosions underground all over the continent with ‘funny lights’ appearing moments before the events! Guess they wont be needing those fast rail trains or underground cities! No, gotta stand right here next to us and face the music head on! “The Event” is happening now! Its getting bigger! Cause the whole world is praying. We’ve had more than enough! Thousands of horrific years! And it all ends now! IN THE MIGHTY NAME OF YAHUAH SABBOATH! I DECREE ALL EVIL EMPIRES BOUND! THEY’RE POWER TAKEN! ALL EVIL ENERGIES MULTIPLIED BY 1000! AND FED RIGHT BACK TO THEM! LET THEM EAT THAT OF WHICH THEY CREATED! DELIVER THEM TO THE PIT OF HELL IMMEDIATELY! SO BE IT! AND SO SHALL IT BE! ANGELS OF THE ALMIGHTY MOST HIGH, AIYAH AHIYAH AIYAH, EXECUTE MY COMMAND! STAND or FALL BY THE WAYSIDE! Thats what time it is! Q-PID ICC EXECUTIVE INDICTMENT STANDING-Queen Elizebeth, Bush, Netanyahu, and will be soon!

  7. O mundo continuará amanhã como hoje e como ontem, com o mesmo Homem, num mesmo mundo de lobos e cordeiros. A maldade, a ambição, o egoísmo, o orgulho e o poder convivem e conviverão com a bondade, a inocência e o bem querer. Infelizmente a realidade histórica e humana tem mostrado que o bem e o mal, são complementares. Enquanto não nos definirmos na nossa ipseidade e pelo lado humano, e continuarmos a identificarmo-nos e definirmos as relações humanas na competição de interesses, ganharão sempre os mais fortes. Temos que redefinir o Homem, redefinir a sua casa que é a natureza e a sua cidadania que é a humanidade – só então será possível um pouco mais de paz e de equidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *