FÚRIA EM ALTA

FÚRIA EM ALTA – NAS SOMBRAS DO APAGÃO

 

Com o calor dos fogos, o clamor dos mortos, a política a arder

e o braseiro da Geringonça de pernas para o ar,

resta o fumo e as labaredas da verborreia a crepitar!

De resto, “quem manda pode”, e o resto abicha.

© António da Cunha Duarte Justo

Pegadas do Espírito no Tempo

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail
Esta entrada foi publicada em Arte, Política, Sem categoria. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *